Painel de Star Wars: O Despertar da Força na CCXP foi marcado pela emoção

0

star-wars-sete-poster-personagens-camundongo

Passava um pouco das 17h no relógio. As quase duas mil pessoas presentes no auditório Cinemark da Comic Con Experience, no sábado 05 de Dezembro, já haviam assistido a outros três painéis e a uma pré-estreia exclusiva. Muitas delas, como nós, estavam na fila desde às 05h ou antes até. Porém, todos queriam mais, todos queriam saber detalhes de Star Wars: O Despertar da Força.

Leia também:

Quando o terceiro trailer surgiu na tela quaisquer sinais de sono e cansaço nos presentes sumiu completamente, e deu lugar a uma gritaria ensurdecedora, salvas de palmas e muita emoção. Bryan Burk, produtor do sétimo episódio com quem o diretor J.J. Abrams trabalhou lado a lado em diversos projetos, como as séries LOST (2004-2010) e Fringe (2008-2013), subiu ao palco sendo aplaudido de pé.

star-wars-sete-ccxp-001

Em uma conversa descontraída, Burk comentou não ser preciso assistir aos seis filmes anteriores para entender completamente o próximo, a ser lançado em 17 de Dezembro de 2015, no Brasil, pois em algum momento de suas vidas, todos já ouviram falar de Darth Vader e Luke Skywalker. A intenção era atrair os admiradores da conhecida franquia e, ao mesmo tempo, fazer novos.

Burk elogiou a equipe de divulgação da The Walt Disney Company, a qual percebeu ser possível vender o filme sem revelar nada de crucial. E para o produtor, parte da emoção é ir ao cinema e desvendar todo mistério dentro da sala, e não fora dela, como aconteceu quando era pequeno e descobriu um dos pontos mais importantes de O Retorno de Jedi (1983) através de uma revista em quadrinhos.

star-wars-sete-ccxp-002

Ao ser questionado pelo moderador, Érico Borgo, sobre o porquê da diversidade racial e de gênero, a qual causou certas polêmicas ao redor do mundo, o produtor respondeu: “George Lucas criou uma galáxia imensa, povoada por pessoas e alienígenas de todas as espécies. Não foi algo intencional. Apenas queríamos usar essa gama tão gigantesca de personagens. A ideia era contar suas histórias e falar como o mundo funciona.”

O produtor também comentou a importância de trazer de volta os efeitos práticos ao invés de utilizar apenas os criados por computação gráfica, e disse ter ficado impressionado com o droid BB-8, capaz de funcionar de maneira autônoma. “Hoje é possível criar tudo em computadores, mas a magia de Star Wars está em fazer tudo de modo artístico. Nós combinamos essa arte com a tecnologia, e no resultado final, eu não soube distinguir qual era qual,” explica.

star-wars-sete-ccxp-003

Durante a sessão de perguntas, um dos presentes questionou Burk acerca da importância da Força nesse novo episódio. O produtor reconfortou o público e assegurou que a Força será tratada como merece, ao estilo da trilogia clássica, e será de extrema importância para a história do longa-metragem. “A Força está no título do nosso filme, afinal,” diz. Burk ainda comentou superficialmente sobre o Episódio VIII, dizendo estar em desenvolvimento sob a supervisão de J.J. Abrams.

Para encerrar a apresentação, Bryan Burk disse estar guardando uma grande surpresa e exibiu um vídeo inédito dos bastidores. Intitulado Legado, traz os atores Daisy Ridley (Rey), John Boyega (Finn) e Oscar Isaac (Poe Dameron) comentando sobre a importância de continuarem a jornada de Star Wars, assim como o diretor e a produtora Kathleen Kennedy. No entanto, o grande destaque foi a primeira aparição de Mark Hamill em algum material promocional do filme, levando o público ao delírio.

Star Wars: O Despertar da Força — Legado:

Fora do auditório, Star Wars: O Despertar da Força teve uma enorme presença nos estandes e lojas da convenção. No espaço dedicado ao filme, havia uma loja repleta de itens colecionáveis, de cadernos a figuras para colecionadores; a exposição de uma réplica em tamanho real do BB-8 e do novo visual dos Stormtroopers; além de ser possível assistir aos trailers e tirar fotos no veículo de Rey, e segurando um sabre de luz vermelho ou azul.

Leia também:

Também havia diversas outras lojas vendendo itens exclusivos inspirados na franquia, como a linha de utensílios domésticos da Nadir Figueiredo; a coleção de chinelos da Havaianas, com direito a uma réplica da casa de Luke Skywalker no local; e muitos livros, incluindo a Trilogia Thrawn escrita por Timothy Zahn, também presente no evento, e “Como Star Wars Conquistou o Universo“. A Força despertou em grande estilo na Comic Con Experience.

star-wars-sete-final-falcon-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

O atual diretor de redação e editor-chefe de O Camundongo é um grande aficionado por cinema, séries, livros e, óbvio, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: "O Rei Leão", " A Bela e a Fera", " Planeta do Tesouro" e "A Família do Futuro".