Listas 2000 | Músicas cortadas da versão final de Frozen

8

listas-frozen-musicas-inicio-camundongo

Durante os seus vários anos ou até mesmo décadas de produção, um longa-metragem animado passa por muitas mudanças. Roteiros são reescritos, personagens são cortados, outros são criados, atores abandonam o projeto por conflitos de agenda, e muitas músicas são excluídas, assim como aconteceu com Aladdin (1992).

Para Frozen: Uma Aventura Congelante (2013), o casal Robert Lopez e Kristen Anderson-Lopez ficou com a responsabilidade de compor a trilha sonora. Em um período de catorze meses, a dupla criou vinte e cinco canções, das quais apenas nove foram aproveitadas no resultado final. Celebrando dois anos do lançamento da animação nos cinemas, decidimos revisitar algumas dessas músicas excluídas.


listas-frozen-musicas-008

Kristoff, na versão em Inglês, é interpretado por Jonathan Groff. A carreira de Groff começou na Broadway, onde trabalhou em musicais como Fame, Hair e Spring Awakening, pelo qual foi indicado ao Tony® em 2005. Apesar de seu histórico, o potencial e o talento do ator não foram aproveitados na animação, onde canta apenas “Reindeer(s) Are Better Than People“. Percebendo o erro, os compositores criaram “Reindeer(s) Remix“, uma brincadeira por não terem composto nada de substancial para ele.


listas-frozen-musicas-007

Em uma das muitas versões do roteiro, quando Elsa ainda era a vilã, havia uma profecia dos Trolls sobre Arendelle ter um regente com o coração gélido e, por isso, o reino sofreria com um inverno eterno. Robert e Kristen, para fugir do padrão, decidiram introduzir a profecia através de um ensaio de uma peça infantil. “Com rajadas de frio virá a escuridão e um governante com gélido coração. Logo, todos perecerão na neve e no gelo, exceto se houver um sacrifício com espada,” dizia a profecia.


listas-frozen-musicas-006

Antes de chegarem à canção “Love is a Open Door“, os compositores escreveram “You’re You“, também cantada pelos personagens Hans e Anna e estabeleceria uma conexão romântica entre os dois. Diferente da versão final, essa mostra um pouco mais do lado perverso de Hans e de suas reais intenções. Afinal, se ouvirmos com mais atenção, Hans não está elogiando Anna, e sim, a criticando por ser desajeitada, tagarela e com o cabelo bagunçado. Tão romântico…


listas-frozen-musicas-005

More than just the Spare” é a música na qual Anna desabafa sobre não ser apenas uma princesa de reserva, por ser a segunda filha e não a verdadeira herdeira do trono. “Nós a escrevemos como a grande canção de introdução de Anna. Embora tenha sido cortada, ela nos ajudou a definir a personalidade da Anna,” explica Kristen. E pelo final da música, com Anna aparentemente tropeçando no cavalo de Hans, “More than just Spare” foi substituída por “For the First Time in Foverer“.


listas-frozen-musicas-004

We Know Better” foi a primeira canção composta por Robert Lopez e Kristen Anderson-Lopez para o longa-metragem. Nela, Anna é um bebê e Elsa tem quatro anos. Assim, como irmã mais velha, Elsa decide ensinar Anna sobre alguns atos praticados pelas princesas e como elas devem sempre agir. Caso não tivesse sido excluída, poderíamos observar um melhor desenvolvimento da relação entre as duas — e isso tornaria “Do You Wanna Build a Snowman?” muito mais impactante.


listas-frozen-musicas-003

Já em “Life’s Too Short“, Anna tenta se aproximar de novo de sua irmã e trazê-la de volta para Arendelle, depois do segredo de Elsa ter sido revelado à população do reino. Porém, as personalidades opostas das duas continuam a mantê-las afastadas. A música traria uma maior dramaticidade para quando Elsa congelasse o coração de Anna. No filme, ela foi substituída por “For the First Time in Forever (Reprise)“, devido à exclusão da profecia dos Trolls do roteiro. Parte da melodia foi utilizada em “Make Today a Perfect Day“, do curta Frozen: Febre Congelante (2015).


listas-frozen-musicas-002

Frozen: Uma Aventura Congelante (2013) deveria ter sido um longa-metragem bem mais musical. Quando Elsa é aprisionada por Hans e Anna começa a congelar por completo, haveria uma reprise de “Life’s Too Short“, na qual as duas irmãs se arrependem de suas decisões e lamentam por estarem afastadas. Diferente das demais, “Life’s Too Short (Reprise)” não foi substituída por outra música e foi descartada totalmente.


listas-frozen-musicas-001

Na verdade, a produção desse clássico começou há mais de seis décadas, logo após a estreia de Branca de Neve e os Sete Anões (1937). Nesse espaço de tempo, diversos artistas do estúdio passaram pelo projeto. Em 2002, uma das mais recentes tentativas de adaptar o conto de Hans Christian Andersen, Alan Menken (A Bela e a Fera) seria o compositor. A única faixa conhecida dessa época é a romântica “Love Can’t Be Denied“. Quando Menken abandonou a produção para focar em outra ideia, a qual se tornaria Enrolados (2010), o filme foi engavetado e retomado apenas em 2010, sob a direção de Chris Buck (Tarzan).


Por essas músicas, é possível ter uma noção do quanto Frozen: Uma Aventura Congelante (2013) mudou no decorrer dos anos, com corte de profecias, troca de compositores e outras alterações. Com tantas músicas cortadas, o estúdio já possui um bom acervo para utilizar na confirmada sequência. E já sabe, nos siga no Facebook, no Instagram, no Twitter e no Tumblr para mais conteúdo do Universo Disney!

listas-frozen-musicas-final-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

O atual editor-chefe de O Camundongo é um grande aficionado por cinema, séries, livros e, óbvio, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: “O Rei Leão”, ” A Bela e a Fera”, ” Planeta do Tesouro”, “A Família do Futuro” e “Operação Big Hero”.



  • rodrigo duarte

    Talvez aquele grito no final de Let It Go, tenha sido inspirado no final de Love Can’t Be Denied do gigante Menken. Matéria show!

    • É uma possibilidade! Os próprios compositores confirmaram terem se inspirados no Alan Menken e no Howard Ashman para criar a trilha sonora, então, eles podem ter usado as músicas compostas pelo Menken como referência! Obrigado por comentar, Rodrigo 😀

  • Caroline Calzolari

    Adorei “You’re You”! xD

    • Ela é ótima mesma, Carol! Mas a minha favorita é “Life’s Too Short” <3

  • Yuri Nekel

    Todas essas músicas são tão divertidas/emocionantes/tristes eu adoro quase todas elas! Mas, sinceramente eu não conseguiria ver nenhuma delas no filme acabado, já que os personagens e a história e tudo mais mudou (mas acho que esse é o ponto), se bem que eu gosto de imaginar como seria se Life’s Too Short (com um ajuste na letra) fosse a música cantada pelas irmãs no baile na cena em que a Elsa revela os poderes, mas acho que seria meio fora de personagem se vermos o jeito que as personagens são agora.
    Uma das músicas que eu gostaria de ter ouvido mas ainda não tive a chance é uma das músicas da Elsa má, chamada “Cool With Me”, na qual ela congelava o coração da Anna no fim para que ela pudesse sentir o que a irmã sente. A coisa mais interessante dessa canção é que era um rap, quer dizer, Elsa quase cantou rap, Idina Menzel quase cantou rap, WILLEMIJN VERKAIK quase cantou rap!

    • É impressionante o quanto “Frozen” mudou em tão pouco tempo. Em apenas catorze meses, virou um filme totalmente diferente. Também não consigo enxergar essas canções no filme, mas, eu teria preferido uma versão reformulada de “Life’s Too Short”, com uma melodia menos alegre, a “Fixer Upper” ou a “música” do Kristoff. Sobre “Cool With Me” eu encontrei apenas a letra dela e nenhum demo, por isso ela acabou não sendo incluída, mas seria interessante ouvir a Elsa cantando um rap hahaha

  • Harley

    Life’s Too Short seria muito melhor do que Por Uma Vez Na Eternidade (reprise), podiam pelo menos ter mudado a letra mas mantido a melodia que é ótima

    • Penso o mesmo, Harley! A letra de “Life’s Too Short” é muito mais impactante do que a de “Por Uma Vez na Eternidade (Reprise)” 🙂