Queijo de Ouro 2017 | Vencedores das categorias de Cinema

queijo-de-ouro-2017-vencedores-dois-inicio-camundongo

Continuando com nossa cerimônia de revelação dos vencedores, chegou o momento de conhecermos quais produções cinematográficas serão agraciadas com a honra do Queijo de Ouro 2017. Uma vez mais, cada categoria foi extremamente disputada, porque era quase uma tarefa hercúlea escolher apenas um favorito em meio aos indicados, cada um cheio de qualidades e de encanto. Porém, sem mais delongas, vamos aos vencedores!

queijo-de-ouro-2017-vencedores-curta

Em quanto tempo você conseguiria contar uma história? Pode ser qualquer uma, sobre qualquer coisa. Curtas-metragens conseguem transformar histórias simples em uma grande explosão de emoções – atire a primeira pedra quem nunca chorou em algum curta – e sempre podemos aprender algo novo, seja com um carneiro dançante exibindo seu pelo ou um velhinho jogando xadrez consigo mesmo. Essas histórias possuem uma certa simplicidade escapista que nos transporta para os sentimentos mais puros e primitivos. Por isso, o Queijo de Ouro de Melhor Curta-metragem vai para o adorável Piper: Descobrindo o Mundo.

~ Apresentado por Catarina

queijo-de-ouro-2017-vencedores-trailer

Trailers têm a grande função de apresentar um filme, de divulgar um filme e nos fazer ficar ansiosos para um filme. E quando o trailer sai um ano antes do filme? A gente mal se aguenta de ansiedade! E 2016 teve ótimos trailers e cinco deles competiram nessa categoria. Vocês falaram e o eleito para receber o Queijo de Ouro de Melhor Trailer foi Mogli – O Menino Lobo!

~ Apresentado por Christiano

queijo-de-ouro-2017-vencedores-cena-cinema

De todas as impressionantes cenas em votação, a grande vencedora do Queijo de Ouro de Melhor Cena é a Batalha do Aeroporto, vista em Capitão América: Guerra Civil. Repleta de ação e muito bem orquestrada, a briga dos super-heróis levou muitas pessoas às lágrimas de emoção!

~ Apresentado por Sarah

queijo-de-ouro-2017-vencedores-figurino

A categoria de Melhor Figurino pode não parecer tão importante em um primeiro momento, é necessário entender que, quando se está criando um novo universo com os mais diferentes personagens, muito disso tem como base o guarda-roupa. A maneira como o personagem se sente em relação a si mesmo, sobre o mundo, o que ele está representando ou qual época ele está retratando. O figurino nós conta, às vezes, muito mais do que as palavras podem expressar. Com certeza, todas as cores escolhidas por Collen Atwood para representar essa nova aventura conseguiram aquecer nossos corações. Assim, o vencedor do Queijo de Ouro de Melhor Figurino é Alice Através do Espelho.

~ Apresentado por Hudson

queijo-de-ouro-2017-vencedores-vilao

Vilões… Ah, os vilões… Vilões são tão inesquecíveis, que há vezes – muitas? – nas quais consideramos eles melhores até do que o herói do filme, mas há também aquelas casos em que os odiamos tanto a ponto de querer jogar algo na tela. Em 2016, novos vilões entraram para o “hall de vilões” da Disney. Depois de uma acirrada disputa, o Queijo de Ouro de Melhor Vilão vai para… Shere Khan, de Mogli – O Menino Lobo!

~ Apresentado por Christiano

queijo-de-ouro-2017-vencedores-personagem-cinema

Grandes filmes são marcados pela presença de seus personagens. Sejam eles grandes ou pequenos, humanos ou animais. Um personagem nasce para dar sentido a uma história e envolver os seus espectadores. De vez em quando, até temos uma certa identificação com seu jeito ou personalidade, o que torna a experiência cinematográfica ainda mais incrível e, não há nada melhor do que entregar nosso Queijo de Ouro para uma personagem que levantou questões sociais importantes nos tempos atuais e mostrou que tamanho, definitivamente, não é documento. O Queijo de Ouro de Melhor Personagem vai para… Judy Hopps, de Zootopia!

~ Apresentado por Catarina

queijo-de-ouro-2017-vencedores-elenco-cinema

Um bom elenco é capaz de atrair uma boa porcentagem de pessoas até as salas de cinema. Claro, há muitos outros fatores para serem levados em conta, mas sabe aquela expressão “julgar o livro pela capa”? Em um primeiro momento, pode ser que, mesmo sem perceber, você acabe escolhendo um filme por afinidade com algum ator e o Marvel Studios está sabendo lidar muito bem na hora de escolher quem vai interpretar qual personagem em seu imenso universo. E quem recebe o Queijo de Ouro de Melhor Elenco é Capitão América: Guerra Civil. Não tinha como ser diferente, não é? O entrosamento entre todo o elenco é nítido.

~ Apresentado por Hudson

queijo-de-ouro-2017-vencedores-atriz-cinema

De todas as grandiosas atuações que tivemos ao longo do ano, foi em Rogue One: Uma História Star Wars que tivemos nossa grande vencedora do Queijo de Ouro de Melhor Atriz. Felicity Jones é um exemplo de brilhantismo, interpretando de forma magnífica a rebelde repleta de conflitos internos Jyn Erso

~ Apresentado por Sarah

queijo-de-ouro-2017-vencedores-ator-cinema

Filmes de super-heróis são sucesso certo. São tantos lançados no mesmo formato que é cada vez mais difícil a tarefa dos atores de fugirem das fórmulas prontas. Como não imitar os trejeitos de Robert Downey Jr. e trazer outra personalidade para um herói milionário, arrogante e genial? Sendo Benedict Cumberbatch. Seu carisma levou milhares de suas fãs aos cinemas e carregou o filme em diversos momentos, agradando aos fãs de quadrinhos. O ator, já indicado ao Oscar®, levou o Queijo de Ouro de Melhor Ator por sua atuação excelente como Stephen Strange, em Doutor Estranho.

~ Apresentado por Caroline

queijo-de-ouro-2017-vencedores-roteiro-cinema

Uma boa história nos surpreende e emociona. Assim são muitos filmes da Disney, nos divertem e nos fazem pensar ao mesmo tempo. A animação não é apenas entretenimento infantil, ela gera reflexões e traz ensinamentos também para os adultos. O filme vencedor desta categoria trouxe à tona tópicos como preconceito e tolerância de um modo que só a Disney conseguiria fazer. E o Queijo de Ouro de Melhor Roteiro vai para… Jared Bush e Phil Johnston, por Zootopia!

~ Apresentado por Paulo

queijo-de-ouro-2017-vencedores-diretor-cinema

Conseguir dirigir um clássico Disney tão diferente e inovador com maestria não é um trabalho para novatos nos estúdios de Mickey Mouse. Juntos, eles trazem na bagagem trabalhos em clássicos como Pocahontas (1995), Mulan (1998), Lilo & Stitch (2002), Irmão Urso (2003), O Galinho Chicken Little (2005), Bolt: Supercão (2008), Enrolados (2010) e Detona Ralph (2012). Sem falar em trabalhos em grandes marcos da televisão não-Disney como Os Simpsons (1989-hoje) e Futurama (1999-2013). Muito mais que merecido, o Queijo de Ouro de Melhor Diretor vai para a excelente dupla Byron Howard & Rich Moore, diretores de Zootopia.

~ Apresentado por Jonas

queijo-de-ouro-2017-vencedores-longa

Longas-metragens resultam de um trabalho coletivo em busca do mesmo objetivo. Compositores, figurinistas, elenco, roteiristas, diretores e muitos outros envolvidos – alguns, inclusive, já homenageados durante esta edição – auxiliam na criação da magia vista nas telas, seja através de animação, seja através de ação ao vivo ou seja através de uma combinação das duas técnicas. E embora apenas um dos indicados receba o prêmio, todos são vitoriosos por conseguirem encantar, envolver e emocionar o público de formas únicas. O Queijo de Ouro de Melhor Longa-metragem vai para… Zootopia!

~ Apresentado por Lucas

queijo-de-ouro-2017-final-camundongo

Escrito por Equipe

"Aqui, no entanto, nós não olhamos para trás por muito tempo, Nós continuamos seguindo em frente, abrindo novas portas e fazendo coisas novas, Porque somos curiosos... E a curiosidade continua nos conduzindo por novos caminhos. Siga em frente." - Walt Disney

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Carregando...