Listas 2000 | Filmes da Pixar que sofreram grandes mudanças durante a produção

listas-mudancas-pixar-inicio-camundongo

“Se você se focar no que deixou para trás, nunca será capaz de ver o que está por vir.”

Gusteau (Ratatouille)

Pixar Animation Studios lança em Junho deste ano seu décimo sétimo longa-metragem, a aguardada sequência Procurando Dory. Porém, antes de qualquer um de seus filmes chegar aos cinemas, eles passam por um longo processo de produção.

E assim como no Walt Disney Animation Studios, não é incomum os projetos sofrerem drásticas alterações, com direito até a uma dança das cadeiras com os diretores. Abaixo, separamos oito filmes do estúdio a terem enfrentado grandes problemas durante suas criações.


listas-mudancas-pixar-008

Não é surpresa nenhuma: O Bom Dinossauro (2015) passou por um conturbado período de desenvolvimento. Originalmente, a animação protagonizada por Arlo estrearia em 2013 e seria dirigida por Bob Peterson. Como enfrentava problemas para avançar com a história, Peterson foi substituído por Peter Sohn. Entre as muitas mudanças estão a troca completa do elenco de vozes, o rejuvenescimento do bom dinossauro, a natureza ganhando mais importância e se tornando a antagonista da aventura.


listas-mudancas-pixar-007

Pode ter levado alguns minutos, mas Tristeza cativou o coração do público em Divertida Mente (2015), a ponto de ganhar o Queijo de Ouro de Melhor Personagem de Cinema. Durante a produção, a emoção tinha um papel significativamente menor, pois a Alegria deveria se perder na mente de Riley com o Medo. O personagem perdeu o posto de protagonista quando a equipe criativa percebeu fazer mais sentido Alegria e Tristeza partirem juntas nessa jornada, pois elas precisavam trabalhar em conjunto.


listas-mudancas-pixar-006

Durante muitos anos, o público esperou para descobrir como a história de Sulley e Boo continuaria. Em vez disso, descobrimos como o gatinho e Mike passaram de arqui-inimigos para melhores amigos, em Universidade Monstros (2013). Apesar do título do prelúdio, a história não seria ambientada no mundo dos monstros. Mike e Sulley escapariam e se perderiam em nosso mundo após apenas vinte minutos de filme. A ideia foi eventualmente descartada e a dupla de amigos visitou o mundo humano apenas durante o ápice da animação.


listas-mudancas-pixar-005

Brenda Chapman se tornou manchete quando foi anunciada como a primeira diretora do Pixar Animation Studios. Inspirada pela relação com sua filha, Chapman escreveu o roteiro de The Bear and the Bow (O Urso e o Arco, em tradução livre), sobre uma incontrolável princesa escocesa. Em 2010, dois anos da animação estrear nos cinemas, Chapman foi substituída por Mark Andrews. Muito de seu trabalho foi refeito, diminuindo drasticamente as cenas na neve e os elementos mágicos e incluindo mais duelos de espadas e brigas de ursos, para atrair o público masculino.


listas-mudancas-pixar-004

Talvez, Wall-E (2008) seja a animação dessa Listas 2000 com uma versão final completamente distinta da original. Sob o título Trash Planet (Planeta do Lixo, em tradução livre), a produção começou em 1994, quando o diretor Andrew Stanton teve a ideia de contar a história de um robô abandonado na Terra. Depois de embarcar para o espaço, o robô encontraria um grupo de estranhos e gelatinosos alienígenas, o qual se comunicava através de um dialeto quase infantil. No final, os alienígenas seriam revelados como uma evolução dos humanos.


listas-mudancas-pixar-003

Ratatouille (2007) começou a ser desenvolvido em 2000. Jan Pinkava (O Jogo de Geri) seria o diretor, mas o Pixar Animation Studios não estava contente com sua visão do filme. Embora o longa-metragem como conhecemos não seja tão distante da ideia de Pinkava, algumas mudanças foram feitas quando Brad Bird assumiu o projeto, a exemplo do tom da história e do visual dos ratos, a fim dos animais parecerem mais amigáveis. Nessa versão do roteiro, a maior diferença seria o fato de Remy ter sua família exterminada por humanos.


listas-mudancas-pixar-002

Após Vida de Inseto (1998) chegar aos cinemas, Carros (2006) começou a ser planejado. Inicialmente, a trama girava em torno de um carro elétrico amarelo, obrigado a viver em uma cidade do interior habitada apenas por carros movidos a gasolina. John Lasseter revisou o roteiro e percebeu a necessidade de ter um protagonista com uma personalidade forte, para criar um conflito mais interessante na cidade, além de Doc e Mate precisarem de papéis bem maiores.


listas-mudancas-pixar-001

Muito antes de Buzz e Woody existirem, havia Tinny, um soldadinho musical, e seu inimigo, um boneco de ventriloquismo. Toy Story (1995) começou como uma extensão do curta Tin Toy (1988). Devido aos movimentos limitados de Tinny, seria impraticável usá-lo em um longa-metragem. Assim, a história foi repensada e os personagens foram gradualmente evoluindo até chegar ao tão conhecido resultado — passando por uma fase na qual Woody era um chefe tirânico e nada benevolente.


Lembra-se de mais alguma animação do estúdio a ter enfrentado dificuldades na fase de produção? Então, não deixe de comentar e, para mais conteúdo do Universo Disney, nos acompanhe no Twitter, no Facebook, no Instagram, no YouTube e no Tumblr!

listas-mudancas-pixar-final-camundongo

Escrito por Lucas

Um grande aficionado por cinema, séries, livros e, claro, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: "O Rei Leão", " A Bela e a Fera", " Planeta do Tesouro", "A Família do Futuro" e "Operação Big Hero".