in

Especial Walt Disney World | Parte 2

Foto: Jorge Hamilton


Inaugurado em 1º de outubro de 1971, o Magic Kingdom foi o primeiro parque do complexo Walt Disney World. É a casa do Castelo da Cinderela e foi inspirado na Disneyland, na California. Muitas das atrações do Magic Kingdom são clássicas, como o Piratas do Caribe, que deu origem aos filmes, e o Splash Mountain. Esta é a segunda matéria da série especial sobre Walt Disney World, onde iremos conhecer um pouco mais sobre cada uma das áreas temáticas e sobre as principais atrações deste que é o principal parque do resort.

Se você perdeu a primeira matéria da série, visite aqui. Nela, você poderá entender um pouco mais sobre a criação do resort Walt Disney World.

Walt Disney queria, com a Disneyland, na Califórnia, dar vida aos seus desenhos animados, como o Mickey, sua turma, as princesas e os personagens dos inúmeros Clássicos Disney. Quando resolveu expandir seus parques para a Flórida, resolveu que o Magic Kingdom (Reino Mágico) seria o primeiro deles, sendo uma espécie de réplica da Disneyland. Com algumas atrações em comum, e outras exclusivas do parque, o Magic Kingdom é atualmente o parque mais visitado do mundo, com quase 17 milhões de visitantes em 2010, muitos deles brasileiros.

Neste parque você pode visitar áreas temáticas e atrações que reproduzem os ambientes e personagens das animações Disney, como a Cinderela, Aladdin, Ursinho Pooh, entre outros. Poderá também conhecer atrações mais genéricas, e que acabaram dando origem a filmes da Disney, como é o caso de Piratas do Caribe e a Mansão Mal Assombrada.

 

 

Este parque possui uma característica interessante. Diz a lenda que Walt Disney uma vez estava na Disneyland, na Califórnia, visitando o Tomorrowland (a área temática que representa o futuro), quando se deparou com um personagem vestido de cowboy, que vinha do Frontierland (área que representa o faroeste, do século 19). Nesta simples mudança de turno, Walt Disney pensou que isto acabava totalmente com a fantasia do parque, afinal, como pode um cowboy passear numa área totalmente dedicada aos astronautas e foguetes?

Não se sabe se esta história é real, mas a verdade é que o Magic Kingdom, o parque criado após a Disneyland, possui túneis abaixo do chão, onde os personagens e funcionários responsáveis por toda a magia podem transitar e trocar de áreas, sem atrapalhar todo o enredo que o parque pretende contar. Os túneis são enormes, e são considerados o primeiro andar do parque, sendo que o parque em si, onde transitam os visitantes, está no 2º andar! As paredes dos túneis são identificadas cores, de modo que os personagens sabem em que área do parque eles estão andando. (os detalhes dos túneis são tão interessantes que futuramente criaremos uma matéria específica sobre isso)

A preocupação em criar a fantasia perfeita é tanta que até o castelo foi criado pensando nisso. Poucos sabem, mas o castelo da Disneyland é da Bela adormecida, enquanto o castelo da Disney World, na Flórida, é da Cinderela. Os castelos são bem diferentes e isso tem um motivo claro. Afinal, como seria possível explicar para uma criança que a Cinderela tem dois castelos?

Chega de enrolação, vamos começar nossa volta pelo parque? A seguir, vocês saberão um pouco mais sobre cada uma das áreas temáticas (listadas abaixo) e suas atrações.

Áreas temáticas:

  • Main Street, USA
  • Adventureland
  • Frontierland
  • Liberty Square
  • Fantasyland
  • Tomorrowland

 

Mapa – Magic Kingdom

 

Main Street, USA

A recepção do Magic Kingdom não poderia ser melhor. Logo após a entrada do parque, que fica abaixo de uma ferrovia da Maria-Fumaça, chamada Walt Disney World Railroad, você se depara com uma rua, chamada Main Street, USA (Rua Principal). A rua foi inspirada nas ruas de algumas cidades americanas, como por exemplo Marceline, em Missouri, a cidade onde Walt Disney passou grande parte da sua infância. Nesta rua encontram-se algumas  das principais lojas e restaurantes do parque. A entrada no Magic Kingdom costuma emocionar os visitantes, visto que as músicas, aquela rua e o castelo ao fundo são sem dúvida um dos momentos mais especiais para quem visita a Disney World. Percebe-se logo de início que você está entrando num lugar especial.

 

Main Street – Foto: Sergey Pavlenko

 

É na Main Street também que as pessoas costumam se reunir para as paradas e para os fogos no final do dia. A única atração (se é que se pode dizer isso) da Main Street é a locomotiva que dá volta no parque. É na Main Street também que ocorrem as paradas (desfiles) do parque.

Locomotiva – Walt Disney World Railroad

A locomotiva foi uma das primeiras atrações planejadas por Walt Disney, visto que ele era apaixonado por trens e ferrovias. Com 2,4 km de extensão, a ferrovia possui atualmente duas estações e transporta o incrível número de 1,5 milhões de visitantes por ano. A volta completa no parque dura cerca de 20 minutos.

Mas isto não é o mais incrível. As locomotivas são reais, e foram construídas no final do século 19 nos Estados Unidos, e então levadas ao México, onde “trabalharam” por um tempo na United Railways of Yucatan carregando cana de açúcar. Voltaram para os Estados Unidos em 1969 e foram reformadas para serem usadas no Magic Kingdom. São 4 locomotivas que se revezam: Lilly Belle (nome da esposa de Walt Disney), Roy O. Disney (Irmão de Walt Disney), Roger E. Broggie (um Imagineer da Disney) e Walter E. Disney.

 

Locomotiva “Walter E. Disney” – Foto: Tribbles1971


Como mencionado no primeiro post desta série, Walt Disney era um visionário, e ele pretendia construir uma cidade ideal, onde tudo seria perfeito, inclusive os meios de transporte. Era tudo tão perfeito em sua visão, que até a locomotiva do parque fazia parte deste planejamento. A Walt Disney World possui um transporte interno, chamado de Monorail. O Monorail passa pelo Epcot, por alguns hotéis e volta para o Magic Kingdom, onde para na estação da locomotiva. Ou seja, a integração dos meios de transporte era uma preocupação desde a criação do complexo.

 

Paradas (Desfiles)

Atualmente o Magic Kingdom possui duas paradas e a Main Street é o principal local destes desfiles. As paradas são atrações que surgiram na Disneyland, e fazem muito sucesso na Disney World também. Apresentam os personagens Disney em carros alegóricos, com mistura de interações e músicas. Para assistí-las, você deve apenas se informar sobre os horários e ficar em um local onde possa apreciar. As pessoas aguardam de pé ou se sentam nas sarjetas das ruas do parque. Grande parte dos visitantes se mobilizam para assistir as paradas, que costumam emocionar crianças e adultos. Vamos a cada uma delas.
Celebrate A Dream Come True Parade
Esta parada teve início em 2009 e a previsão é que dure até 2013. É a principal parada atualmente no Magic Kingdom, ocorrendo todos os dias. Em alguns dias, a parada se inicia as 15:00, e outras ela ocorre também as 20:00. Caso planeje visitar o parque, informe-se com antecedência, pela internet ou na entrada do parque.
Alguns dos personagens andam pelas ruas e interagem com os visitantes, enquanto outros ficam sobre detalhados carros alegóricos. O mais interessante das paradas é que a música muda de acordo com a o carro que está passando em sua frente, sendo que não existe uma música única para toda a parada. Estão presentes nesta parada os principais personagens Disney: Mickey, Minnie, Pateta (Goofy), Pluto, A Branca de Neve e Os Sete Anões, Pinocchio, Aladdin, entre outros.

 

Celebrate a Dream Come True Parade – Foto: Wallyspam

 

Celebrate a Dream Come True Parade – Foto: abelle2

 

Celebrate a Dream Come True Parade – Foto: abelle2

 

Celebrate a Dream Come True Parade – Foto: Scott Sanders


Main Street Electrical Parade:

Este é mais um clássico da Disney, e foi a primeira parada criada para os parques Disney, tendo sua origem em 1972 na Disneyland e em 1977 na Disney World, Magic Kingdom. A presença desta parada na Disneyland e no Magic Kingdom não é constante, sendo que o intervalo entre estas presenças muitas vezes duram alguns anos, sendo que a cada volta, a Disney acaba deixando alguns fãs bem entusiasmados, visto que é um evento clássico. Ela teve início neste parque em 1977, indo até 1991. Voltou em 1999 e acabou novamente em 2001. Agora esta terceira temporada teve início em 2010, sem data para término. A cada volta a Disney faz algumas modificações na presença dos personagens e dos carros alegóricos, com acréscimos e retiradas de alguns deles.
Mesmo durante o ano esta parada não é constante (não está ocorrendo regularmente por exemplo agora neste mês de fevereiro). Portanto, se for visitar o parque, informe-se com antecedência.
A Main Street Electrical Parade tem este nome por ser uma parada noturna, sendo que todos os carros alegóricos são iluminados por milhares de pequenas luzes. Atualmente, estes são os principais personagens: Tinkerbell (apareceu pela primeira vez na parada nesta terceira temporada), Cinderela (desde 1977), Peter Pan (desde 1999), Pinochio (desde 2010), entre outros.

 

Main Street Electrical Parade – Foto: Brendan Meier

 

Main Street Electrical Parade – Foto: PeterPanFan

 

Main Street Electrical Parade – Foto: PeterPanFan

 

Main Street Electrical Parade – Foto: Peter E. Lee

 

Adventureland

De frente para o castelo e seguindo a esquerda, esta é a segunda área temática do Magic Kingdom. Sendo um mistura de ilha com floresta, a área abriga duas famosas atrações do parque: Jungle Cruise e Piratas do Caribe. Outras atrações também são destaque, como o Tapete Mágico do Aladdin e o Enchanted Tiki Room. Se você estiver visitando a Disney pela primeira vez, lembre-se: os parques Disney não se baseiam apenas nas atrações. Observe o ambiente ao seu redor, ouça as músicas ao fundo, observe detalhes. Cada uma das áreas temáticas possui um ambiente totalmente diferente, e saber apreciar isso é uma forma de evitar a irritação que o excesso de filas as vezes causam.

Jungle Cruise

O Jungle River Cruise é talvez uma das primeiras atrações planejadas para o Magic Kingdom, sendo que a Disneyland também a possui. Nesta atração, o visitante entra num barco que dá voltas num rio. Foi inspirada em rios do Brasil e da África e mostra a fauna e a flora destas regiões. É uma atração bem calma e indicada para toda a família. Nela você pode observar os detalhes e o cuidado que os engenheiros Disney tem com as atrações. Numa determinada parte do trajeto, até os feixes de luz podem ser observados, passando pelas folhas das árvores.

 

Jungle Cruise – Foto: Disney Dan


Cada barco possui um guia, que vai narrando o passeio. Muitas vezes esta narrativa é bem engraçada, e se seu inglês estiver em dia, isso o ajudará a aproveitar a atração. John Lasseter, um dos principais diretores da Pixar, já foi um guia desta atração, na Disneyland!

Piratas do Caribe

Esta também é considerada uma das clássicas atrações do parque. Aqui você entra num barco, mas diferente do Jungle Cruise, este barco é num ambiente interno. Com descidas e algumas emoções, esta é uma atração imperdível. O Piratas do Caribe na Disneyland foi a última atração desenhada por Walt Disney e foi replicada no Magic Kingdom. Este é mais um exemplo de perfeição e pode-se observar o cuidado com que as atrações são criadas. O lado de fora já é uma atração a parte, e o caminho percorrido por dentro, com canhões e muitos audio-animatronics, é emocionante. Foi também inaugurada junto com o parque, em 1971 e sua tecnologia e qualidade impressionam até mesmo nos dias de hoje.

 

Piratas do Caribe – Foto: BestofWDW

Em 2006 a atração passou por reformas, quando foram colocadas referências ao filme Piratas do Caribe, que foi baseado nesta atração. Atualmente os visitantes podem ver Jack Sparrow durante o caminho percorrido pelo barco. O interessante é que várias cenas da atração foram incorporadas ao filme, como por exemplo a cena do cachorro com as chaves na boca e os piratas prisioneiros tentando atraí-lo. Com certeza, esta é mais uma atração imperdível.

 

 

Tapete Mágico do Alladin

Esta atracão é voltada para as crianças, e nela você poderá dar voltas no tapete mágico do Alladin. É bem similar ao Dumbo (atualmente fechado, para ser incorporada ao New Fantasyland). Se estiver com crianças passeando pelo parque, talvez esta seja uma parada obrigatória.

Frontierland

Esta área temática é baseada no faroeste americano do século 19 e possui duas das mais famosas atrações do Magic Kingdom: Splash Mountain e Big Thunder Mountain Railroad. Nesta áreas pode-se ver lojas e restaurantes que nos remetem aos saloons do faroeste. É também nesta área que você encontrará a famosa Coxa de Peru Defumada! Experimente!

 

Famosa Coxa de Peru Defumada do Magic Kingdom – Foto: Kancil

 

Splash Mountain

Um clássico da Disney, esta atração foi inaugurada em 1992 e é baseada no filme de 1946, “A Canção Do Sul”. É interessante tanto para os adultos quanto para as crianças, mas talvez não para as muito novas (o requisito de altura para esta atração é de 102 cm). Possui 3 quedas, sendo que a maior possui 16 metros. Os visitantes passeiam num rio durante aproximadamente 10 minutos, em barcos que comportam 8 pessoas. Esta talvez seja uma das atrações mais longas do parque.

 

Splash Mountain – Foto: kevkev44

 

Em frente a queda principal existe uma ponte, onde de tempos em tempos um jato d’água molha os desatentos visitantes. A canção que acompanha todo o passeio é marcante e é umas das canções tradicionais do parque. Em resumo, esta é, assim como Piratas do Caribe, uma das atrações imperdíveis do Magic Kingdom.

 


Big Thunder Mountain

Uma das atracões mais emocionantes das Disney, a Big Thunder Mountain é um trem/montanha-russa que dá voltas em uma mina do faroeste. É uma das atrações mais antigas da Disney, sendo inaugurada em 1979. A perfeição das montanhas é evidente, e mostra o cuidado dos engenheiros da Disney em representar a realidade. A idéia desta aventura é representar um trem antigo numa mina de ouro, sendo que muitas vezes os visitantes tem a impressão de que o trem é algo totalmente rústico e instável mas, como tudo na Disney, esta  insegurança é totalmente controlada e faz parte da diversão. Novamente, esta é uma atração imperdível do parque.

 

Big Thuder Mountain – Foto: Ray Horwath

 


Liberty Square

Continuando a volta pelo parque, você entrará em Liberty Square, esta que talvez seja a menor área temática do Magic Kingdom. É aqui que você encontrará a famosa atração da Mansão Mal Assombrada (The Haunted Mansion), que deu origem ao filme de 2003 estrelado por Eddie Murphy. Nesta área se encontra também uma atração pouco atrativa para os brasileiros, chamada Hall dos Presidentes, onde todos os presidentes dos Estados Unidos estão representados pelos famosos audio-animatronics. Por se tratar de um longo discurso em inglês, pode ser cansativo para muitos visitantes brasileiros. Mas vamos ao que interessa

Mansão Mal-Assombrada (The Haunted Mansion)

Esta é mais uma clássica e famosa atração do Magic Kingdom. Foi inaugurada em 1971, juntamente com a inauguração do parque, e impressiona pela qualidade e perfeição. Esta atração é uma mistura de passeio a pé e passeio por veículo, e mesmo sendo ambientada dentro de uma casa mal assombrada, ela também é indicada para as crianças.

Como praticamente todas as atrações de Walt Disney, as filas são também uma atração a parte, o que é muito bom, pois diminui a sensação de espera dos visitantes. Pensando nisso, os engenheiros do parque reformaram esta atração em 2011, colocando elementos interativos na fila da Mansão. Enquanto aguardam a entrada, pelo jardim da casa, os visitantes pode interagir com tumbas musicais.

 

 

Haunted Mansion – Foto: Steve Burns

 

Quando entram na casa, os visitantes entrarão numa pré-sala (ou seria uma espécie de elevador?), onde os quadros se movem e as olhos das pinturas acompanham os visitantes. Até o cheiro de mofo e as músicas fazem parte do passeio. Enfim, a atração começa, quando os visitantes entram no veículo, com espaço para duas ou três pessoas. O passeio pela casa é muito legal e vários elementos foram usados e podem ser observados no filme de Eddie Murphy. O final é clássico, quando você e seus parceiros do veículo se olham no espelho e vêem que vocês estão muito bem (ou seria “mal”?) acompanhados! É mais uma atração imperdível.

 

Fantasyland

Esta é a área central do parque e talvez a mais agradável para as crianças. Em uma das maiores reformas na historia de Walt Disney World, a área temática Mickey’s Toontown Fair será incorporada ao Fantasyland. A New Fantasyland (nome provisório dado a esta reforma) será inaugurada em breve (em 2012) e contará com o castelo da Fera, da animação A Bela e a Fera, com o restaurante de Lumiere e também com atrações de outros clássicos, como A Pequena Sereia. Em outro post, falaremos especificamente desta reforma e das novas atrações. Mas por enquanto, conheça algumas das atrações atuais da Fantasyland.

 

Castelo da Cinderela

Cada parque da Disney possui um marco central, e o Castelo da Cinderela é o marco central do Magic Kingdom. Não precisa ser criança para se emocionar ao olhar aquele castelo, que é talvez um dos símbolos mais famosos da Disney. Na introdução de todos os filmes de Walt Disney Pictures, por exemplo, o castelo aparece, com a música do clássico Pinóquio (When You Wish Upon a Star) ao fundo.

 

 

Apesar de estar na Fantasyland, muitos visitantes já querem visitar o castelo logo após a entrada no Main Street, afinal ele fica logo em frente a praça central do parque. Ele possui 58 metros de altura e é 30 metros mais alto que o castelo da Bela Adormecida, na Disneyland. Apesar de não ser tão alto, os Imagineers (engenheiros da Disney) utilizam o chamada “perspectiva forçada”. As janelas (entre outros elementos) no alto das torres são menores que as janelas que ficam mais abaixo. Isto dá a sensação que o castelo é muito maior. A “perspectiva forçada” também é utilizada em muitas outras atrações da Disney.

O castelo foi inspirado em alguns castelos reais, como Versailles, na França, e o Neuschwanstein, na Alemanha, e pode ser visto de alguns hotéis nos arredores do parque, como o Disney’s Contemporary e o Disney’s Grand Floridian.

 

Castelo da Cinderela – Foto: Luiz Henrique Assunção

 

No quarto andar do castelo existe uma suíte, que foi idealizada por Walt Disney para ser um apartamento para ele e sua família, mas sua morte deixou o aposento inacabado desde 1966. Em 2005 ela foi totalmente redecorada, quando sua estadia foi oferecida como prêmio para alguns visitantes durante o “Ano de Um Milhão de Sonhos”. A suíte nunca foi totalmente aberta para visitação, mas se alguma criança perguntar, você pode dizer que lá é a casa da Cinderela!

No segundo andar do castelo, os visitantes encontram um restaurante, chamado Cinderella’s Royal Table (ou a Mesa Real da Cinderela). Este restaurante é também local onde os visitantes podem tomar café da manhã com os personagens Disney. O local é concorrido e você só poderá visitá-lo com uma reserva de ao menos 180 dias antes de sua visita! Mas não se preocupe, pois alguns hotéis também possuem o famoso café da manhã com os personagens Disney, como é o caso do Disney’s Contemporary. Se fizer questão deste evento, informe-se antes de viajar.

 

Castelo da Cinderela – Foto: Luiz Henrique Assunção

 

No interior do castelo, onde os visitantes podem entrar, existe um mural banhado a ouro com imagens do clássico Cinderela. Além do ouro, vidros com mais de 500 diferentes cores enfeitam o mural. O castelo é também o cenários dos fogos, uma atração chamada Wishes Nighttime Spectacular.

 

Wishes Nighttime Spectacular

Os fogos geralmente são a atração final para os visitantes do parque. O evento ocorre todos os dias e pode ser visto de vários pontos, mas a recomendação é ficar aguardando na Main Street ou até mesmo em frente ao castelo, onde o local é mais lotado. Tinker Bell desce por uma das janelas do castelo e, para vê-la, recomenda-se assistir aos fogos em algum local mais próximo ao castelo. A atual “narrativa dos fogos” está lá desde 2003, com algumas alterações desde esta data. A iluminação do castelo faz parte de todo o espetáculo, assim como a música e as narrações.

 

Wishes Nighttime Spectacular – Foto: Matt Pasant

 

Se você estiver visitando a Disney pela primeira vez e escolheu o Magic Kingdom como primeira visita no complexo, prepare-se. Os fogos daqui e de qualquer parque Disney são impressionantes e costumam deixar qualquer adulto e criança de boca aberta. Não pense na possibilidade de voltar ao hotel antes de assistir aos fogos. Não diga que não avisei.

 

 

Mickey’s PhilarMagic

Nesta atração 3D, num cinema com tela gigante, Mickey e Donald levam os espectadores a passear pelos clássicos Disney, com mistura de sons e até cheiros. Foi desenvolvida numa parceria com os Imagineers e a Walt Disney Animation e foi inaugurada em 2003. Se você gosta das animações de Walt Disney (existe quem não goste?), esta é uma atração imperdível e inesquecível.

It’s a Small World

Mais uma atração clássica, ela foi inaugurada com o parque, em 1971. É uma passeio de barco por diferentes países, retratando as diferentes culturas das crianças de cada um deles. Possui aproximadamente 300 audio-animatronics e a música, It’s a Small World (After All) é um clássico do parque. Como a maioria das atrações da Fantasyland, It’s a Small World é uma atração bem calma e portanto é indicada para visitantes com crianças ou para descansar após as longas caminhadas pelo parque.

 

It’s a Small World – Foto: Jeff_B

 

Peter Pan’s Flight (O Voo de Peter Pan)

Também inaugurada em 1971, esta atração é indicada para crianças. O visitante entra num veículo e passeia por quase 3 minutos nos história de Peter Pan. Esta atração é baseada no desenho de Walt Disney de 1953, e retrata as aventuras de Peter Pan, Tinker Bell, Wendy e o Capitão Gancho. É uma atração calma. Se estiver com crianças ou adorar o Peter Pan, vale a pena visitar.

The Many Adventures of Winnie the Pooh

Com o mesmo estilo de Peter Pan, esta atração também é indicada para as crianças e é baseada no longa metragem do Ursinho Pooh, de 1977. Inaugurado em 2003, a atração dura um pouco mais de 3 minutos.

Tomorrowland

Walt Disney era apaixonado pelo futuro e esta área temática, uma das maiores do parque, é uma prova disso. Possui atrações clássicas, como a Space Mountain e o Carrossel do Progresso. Outras atrações são referências a filmes mais recentes, como Toy Story e Monstros S.A.

Space Mountain

Inaugurada em 1975 e reformada em 2009, esta é uma das mais famosa atrações do parque. É uma montanha-russa interna e é considerada a mais antiga montanha russa da Flórida em funcionamento.

 

Space Mountain – Foto: Peter E. Lee

 

A idéia de colocar uma montanha-russa no Magic Kingdom veio do sucesso que outra montanha-russa teve em Disneyland, a Matterhorn. Walt Disney ficou convencido que as atrações mais “emocionantes” teriam um lugar em seus parques.

A Space Mountain é um exemplo do que Walt Disney dizia, de que seus parques “nunca estariam prontos”. Ou seja, para Walt Disney, os parques deveriam passar por constantes reformas e remodelagens, com a abertura constante de novas atrações e reformas de atrações antigas. A reforma na Space Mountain realizada em 2009 custou 12 milhões de dólares, e é uma prova do cuidado com a perfeição e a segurança que a Disney tem com seus parques.

Nesta atração os visitantes entram em foguetes que viajam a 40km/h, em meio a estrelas e cometas. Na verdade são duas as montanhas-russas, que se cruzam durante o percurso, o que deixa o passeio ainda mais emocionante. Um erro é tentar comparar esta montanha-russa com outras de outros parques, como a Universal e o Busch Gardens. Lembre-se, você está na Disney, e as atrações possuem um enredo. Em resumo, a Space Mountain é uma montanha-russa antiga, mas muito especial.

Buzz Lightyear’s Space Ranger Spin

Uma das atrações mais divertidas do parque e aconselhado para crianças e adultos, esta atração é uma espécie de jogo, baseada num dos personagens mais queridos atualmente: Buzz Lightyear. Os visitantes entram em veículos que possuem um joystick e duas armas lasers. Um dos visitantes, sentado ao meio, deve controlar a rotação do veículo, que gira 360 graus, enquanto os dois outros visitantes devem atirar nos alvos durante o percurso. Claro que Zorg será um dos alvos. Cada alvo possui uma pontuação diferente, e a pontuação acumulada é visualizada dentro do veículo. A pontuação de cada veículo entra num ranking ao final da atração, o que gera uma certa competição entre os visitantes.

 

Buzz Lightyear’s Space Ranger Spin – Foto: Carly Maddox

 

Pelo fato de um visitante ser responsável pela movimentação e os outros dois pelo tiros, a diversão e as risadas são garantidas. Não deixe de visitar e tenha certeza que você vai querer  voltar para a fila e brincar mais uma vez.

Carrossel do Progresso

Esta é atração que mostra um pouco sobre a evolução da tecnologia em uma típica casa americana. Aqui, os visitantes sentam em uma platéia giratória (por isso o nome “Carrossel”) e acompanham uma família  (representada por audio-animatronics) e sua evolução no decorrer dos anos. Desde 1975, o ano de sua inauguração, esta atração passa por pequenas mudanças, quando alguns objetos atuais são inseridos na casa.

 

Carrossel do Progresso – Foto: Express Monorail

 

A canção presente no Carrossel no Progresso é outra famosa canção do parque, chamada “There is a Great Big Beautiful Tomorrow” (algo como “Existe um grande e bonito amanhã”). É interessante ver o progresso de nossos costumes e objetos nesta interessante atração. Se estiver com tempo, visite.

O Magic Kingdom possui várias outras atrações, sendo que estas apresentadas são as principais delas. Se você já visitou o Magic Kingdom, espero ter refrescado sua memória com esta matéria. Se você nunca visitou, espero ter colocado a Disney na sua lista de “próximas viagens”. Acredite, é uma viagem inesquecível.

No próxima matéria deste especial apresentaremos as principais atrações do Epcot, o segundo parque inaugurado em Walt Disney World, em 1982. Aguardem!

FastPass atualmente disponíveis nas seguintes atrações do Magic Kingdom:

  • Space Mountain
  • Splash Mountain
  • Big Thunder Mountain Railroad
  • Buzz Lightyear’s Space Ranger Spin
  • Jungle Cruise
  • The Many Adventures of Winnie the Pooh
  • Peter Pan’s Flight