in

Conheça CAVALO DE GUERRA de Spielberg

 

No mês de Janeiro, chegará aos cinemas nacionais “Cavalo de Guerra” (“War Horse”), uma produção da DreamWorks Studios em parceria com Touchstone Pictures. E está sendo considerado por muitos especialistas de cinema como um dos possíveis candidatos ao Oscar® 2012.

Entenda, a Touchstone Pictures é uma empresa subsidiária da The Walt Disney Company, responsável por criar filmes mais maduros direcionados ao público adulto. Além disso, desde o início deste ano, a Disney passou a distribuir os títulos da DreamWorks Studios, antes a distribuição era feita pela Paramount, que continua a lançar os animados da DreamWorks Animations.

 

Assista ao trailer legendado de “Cavalo de Guerra”

 

Publicado pela primeira vez como um livro em 1982, War Horse logo se tornou um clássico familiar sobre amor e lealdade, adorado por crianças e adultos em todo o mundo. A história seguiu então para uma triunfante adaptação para o teatro que alcançou enorme sucesso internacional — e foi onde Steven Spielberg o viu pela primeira vez e teve uma reação apaixonada.

“Eu achei que a história era absolutamente fascinante, e fui simplesmente transportado”, recorda-se o diretor. “Na minha cabeça, aquela era uma história muito sincera; eu a vi como um filme para famílias, a jornada de um jovem e de um cavalo que outrora eram muito próximos e cujos destinos os levam a se separarem. Eu espero que esta história faça as pessoas se unirem através dessa experiência compartilhada; sua emoção e mensagem podem ser sentidas em todos os países.”

Como em muitos filmes de Spielberg, em meio a grande aventura e a grandiosidade da produção há uma história comovente de dimensões humanas. “Para mim, esta é uma história sobre crença, esperança e tenacidade — a tenacidade de um jovem e de seu cavalo movidos pela devoção”, diz ele.

Spielberg ficou impressionado com a beleza das paisagens naturais de Dartmoor, na Inglaterra, onde muitas cenas de “Cavalo de Guerra foram filmadas: “Em minha longa e eclética carreira eu nunca tive a benção de ter uma abundância de beleza natural como a que eu vivenciei em “Cavalo de Guerra em Dartmoor. Eu não cheguei nem perto de mostrar as oportunidades visuais que me foram oferecidas.”

Para Spielberg, a oportunidade de trabalhar no cinema com cavalos foi uma experiência maravilhosa, uma que o leva para um novo território. “Os cavalos foram uma experiência extraordinária para mim, porque vários integrantes da minha família praticam hipismo. Eu fiquei realmente surpreso de como os cavalos são expressivos e de quanto eles são capazes de mostrar o que estão sentindo.”

 

 

American Humane Association no set:


A American Humane Association, que explora e celebra a ligação entre homens e animais há mais de um século, tem uma conexão histórica única com “Cavalo de Guerra”. Em 1916, o Secretário de Guerra dos EUA escreveu à American Humane Association solicitando ajuda para os animais feridos na Primeira Guerra Mundial.

Este convite fez a American Humane Association estabelecer a American Red Star Animal Relief, agora conhecida como Red Star™ Animal Emergency Services. Durante a Primeira Guerra Mundial, os funcionários da Red Star reforçaram os cuidados veterinários vitais nos acampamentos do Exército dos EUA e foram responsáveis por levar os primeiros socorros, muito necessários, a cavalos em campos de batalhas distantes. “Cavalo de Guerra” retrata a vida e o heroísmo dos mesmos animais que a equipe da Red Star trabalhava para proteger a quase um século.

Desde 1940, a American Humane Association vem protegendo animais no cinema. Embora as tecnologias de filmagem e de efeitos especiais tenham mudado dramaticamente ao longo dos anos, os animais não mudaram — motivo pelo qual a American Humane Association atua como a voz deles no set. Durante a produção, a American Humane Association esteve presente para garantir que os muitos cavalos usados na realização do filme estivessem em segurança e fossem tratados com humanidade.

A unidade de Cinema e Televisão da American Humane Association registrou 1.100 horas de filmagens na Inglaterra e na Califórnia e protegeu mais de cem cavalos. A produção cumpriu com as “Diretrizes para o Uso Seguro de Animais em Mídia Filmada” da American Humane Association para garantir a segurança dos cavalos, e “Cavalo de Guerra” recebeu a mais alta certificação da American Humane Association, Monitorado: Excepcional. “Nenhum Animal Foi Ferido”.

 

 

A ligação homem e animal estava aparente no set, uma vez que a segurança e o bem-estar dos cavalos foram preocupações prioritárias. Entre as proteções estavam “arames farpados” de borracha em qualquer local que fossem entrar em contato com um cavalo — e mesmo quando fosse aparecer em algum lugar perto de um cavalo. Para cenas consideradas potencialmente arriscadas, estressantes ou desconfortáveis para animais vivos, a American Humane Association recomendou que cavalos animatronic ou partes artificiais de animais fossem usados. E imagens geradas por computador (CGI), telas verdes e outras técnicas também foram empregadas para aumentar o impacto dramático sem riscos para os animais ou para pessoas.

A American Humane Association está comprometida em proteger o elo entre homens e animais trabalhando com Steven Spielberg e com outros produtores para contar histórias emocionalmente comoventes que ilustram de forma tão efetiva esse vínculo especial e que servem para ensinar ao público em todo o mundo sobre o valor que os animais têm em nossa vida.

Este conto arrebatador de um jovem chamado Albert e seu cavalo de arado Joey, se passa no início da Primeira Guerra Mundial. Joey é vendido à cavalaria britânica pelo pai de Albert e enviado para a linha de frente das batalhas, onde começa uma jornada extraordinária que tem a Grande Guerra como pano de fundo. Apesar dos obstáculos que enfrenta em todas as etapas de sua jornada, Joey toca e modifica cada vida que ele encontra pelo caminho. Albert, incapaz de esquecer seu amigo, sai de casa e parte para os campos de batalha na França, para procurar seu cavalo e levá-lo para casa. Produzido por Steven Spielberg e Kathleen Kennedy, “Cavalo de Guerra” estrela com Emily Watson, David Thewlis, Peter Mullan, Niels Arestrup, Tom Hiddleston, Jeremy Irvine, Benedict Cumberbatch e Toby Kebbell. Lee Hall e Richard Curtis escreveram o roteiro baseado no livro de Michael Morpurgo e na peça recente de Nick Stafford, originalmente produzida pelo National Theatre of Great Britain e dirigida por Tom Morris e Marianne Elliot. Sua estreia está marcada para 6 de janeiro de 2012 no Brasil.

 

Escrito por Lucas

Um grande aficionado por cinema, séries, livros e, claro, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: "O Rei Leão", " A Bela e a Fera", " Planeta do Tesouro", "A Família do Futuro" e "Operação Big Hero".