Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível | Trailer busca restaurar a nossa esperança

E se Christopher Robin se tornasse um adulto? Com base nessa simples pergunta, o Walt Disney Studios nos promete levar para o próximo capítulo das muitas aventuras do Winnie the Pooh. Porém, ao contrário das obras anteriores, Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível não será uma animação e tampouco uma readaptação das já conhecidas histórias.

O novo longa-metragem será um híbrido – ou seja, os atores irão contracenar com os personagens criados por computação gráfica –, mas irá seguir uma linha semelhante aos lançamentos recentes do estúdio e irá explorar uma nova visão do Bosque dos Cem Acres, servindo como uma espécie de sequência para os acontecimentos anteriores, ao estilo de Alice no País das Maravilhas (2010).

Primeiro trailer de Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível

No primeiro trailer, o qual pode ser assistido logo acima, é possível ter uma ideia bastante clara de como será a abordagem do diretor Marc Forster (Em Busca da Terra do Nunca) e da dupla de roteiristas Alex Ross Perry (Rainha do Mundo) e Allison Schroeder (Estrelas Além do Tempo): revisitar a infância do personagem titular, agora vivido por Ewan McGregor (A Bela e a Fera), assim como do próprio público.

Quando eu ouvi o conceito e a ideia da história, eu sabia que queria dirigir isso. É como revisitar a sua infância e isso é muito empolgante porque é um personagem tão amado, mas é um conceito realmente original. Não é recontar um conceito antigo. Você pega o personagem e o coloca em uma situação totalmente nova, e eu pensei no quão incrível isso era,” disse Foster, em entrevista ao Oh My Disney, sobre as suas motivações para dirigir o filme.

Além da evidente influência das releituras dos clássicos animados, o projeto parece ter se inspirado também nos dois recentes longas-metragens de Paddington, outro urso muito popular da literatura britânica, os quais se tornaram um sucesso de bilheteria e crítica, alías com o segundo filme desbancando Toy Story 2 (1999) e se tornando o título mais bem avaliado pelos críticos no Rotten Tomatoes.

Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível, previsto para estrear em 02 de Agosto de 2018 nos cinemas nacionais, também chega pouco depois do lançamento de Adeus, Christopher Robin (2017), drama estrelado por Domhnall Gleeson e Margot Robbie sobre como o autor A.A. Milne se inspirou nas brincadeiras de seu filho, Christopher Robin Milne, com seus bichos de pelúcia para criar o famoso ursinho guloso.

Pela prévia divulgada, podemos notar um nível de infelicidade e amargura na vida do protagonista, algo reforçado pela fotografia cinzenta e sem brilho. Os únicos sinais de cores aparecem apenas na cena ao lado da esposa e da filha em um bosque e no reencontro com Pooh. “Nos tempos nos quais vivemos, eu queria algo capaz de me dar esperança. E não há nada melhor do que ganhar um abraço do Pooh,” explica Foster.

Foster parece ter captado a essência da história e de como Pooh e seus amigos nos trazem aquela sensação de conforto e nostalgia e a capacidade de esquecer de nossos problemas, mesmo que apenas durante uma ou duas horas. “Como muitos, eu cresci com essas histórias, então, eu sempre tive essa conexão, essa nostalgia (…) É um personagem tão icônico pelo qual sou apaixonado,” observa o diretor.

Um outro aspecto bem interessante da prévia é a aparência de Pooh. Com ares de brinquedo velho e surrado, o urso realmente aparenta ser um objeto real, esquecido pelo tempo e vindo diretamente da infância de uma infância cheia de brincadeiras e abraços. Foster revelou ter recriado os brinquedos da década de 1920, nos quais os personagens foram baseados.

Inclusive, esse visual desgastado e a computação gráfica utilizada para criar o animal de pelúcia estão impressionantes e muito superiores aos efeitos utilizados em outras obras de grande orçamento do Walt Disney Studios. Segundo o diretor, era essencial ter um toque de realidade na produção e, para isso, as filmagens foram realizadas próximo de onde a família Milne realmente morava.

Todavia, esse reencontro inesquecível não será apenas entre o ursinho e Christopher Robin. Os demais habitantes do Bosque do Cem Acres também irão ajudá-lo a resgatar sua essência. Chris O’Dowd será Tigrão; Brad Garrett será Ió; Toby Jones será Corujão; Nick Mohammed será Leitão; Peter Capaldi será Coelho; e Sophie Okonedo será Can. Jim Cummings emprestará a sua voz mais uma vez a Winnie the Pooh.

Hayley Atwell como Evelyn, a esposa do protagonista; Bronte Carmichael como Madeline, a filha do casal; e Mark Gatiss como Keith Winslow, o chefe de Christopher Robin, completam o elenco. “Espero que o público ria, se emocione e saia da sessão dizendo ‘Estou tão feliz com o retorno do Pooh!” É uma reapresentação do Pooh para uma nova geração,” finaliza Foster. E é o que todos nós esperamos…

Nessa emocionante aventura da Disney, o menino que embarcou em incontáveis aventuras no Bosque dos Cem Acres, ao lado do seu grupo de espirituosos e amáveis animais de pelúcia, cresceu e perdeu o seu caminho. Agora, cabe a seus amigos de infância se aventurarem em nosso mundo e ajudarem Christopher Robin a reencontrar o garoto amável e brincalhão dentro dele mesmo.

Escrito por Lucas

Um grande aficionado por cinema, séries, livros e, claro, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: "O Rei Leão", " A Bela e a Fera", " Planeta do Tesouro", "A Família do Futuro" e "Operação Big Hero".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Carregando...