Seis Graus de Disney | De Walt Disney a Stan Lee

0

seis-graus-walt-stan-inicio-camundongo

Tudo começou com um camundongo… Na verdade, tudo começou com a mente criativa de um visionário chamado Walt Disney. Após muitas dificuldades e com muita perseverança, Walt e seu irmão Roy Disney conseguiram fundar o Disney Bros. Studio, em Novembro de 1923. Nessas nove décadas, muito mudou. O pequeno estúdio se tornou um grande conglomerado, cheio de empresas subsidiárias. Uma dessas empresas é a Marvel Entertainment, Inc.

Fundada em 1940, a editora conhecida como Casa das Ideias trouxe ao mundo uma gama imensa de personagens, como Homem-Aranha, Capitão América e Viúva Negra. E um dos principais responsáveis pelo sucesso da editora, a qual, anos depois, também se tornou uma empresa de entretenimento e foi vendida para a The Walt Disney Company, foi um editor-chefe chamado Stan Lee. E no clima da estreia de Guardiões da Galáxia Vol. 2 (27 de Abril de 2017), vamos descobrir os Seis Graus de Disney entre Walt Disney e a Stan Lee!


Walt Elias Disney nasceu em 05 de Dezembro de 1901, em Chicago, nos Estados Unidos. Ainda criança, ele começou a desenhar, pintar e vender seus trabalhos para seus vizinhos. Depois da Primeira Guerra Mundial, ele começou a experimentar com a animação e decidiu abrir o seu próprio negócio, dando o primeiro passo rumo à criação do Universo Disney. Além de produzir diversos curtas, longas-metragens e programas de televisão, ele também foi o primeiro intérprete do camundongo mais famoso, o Mickey Mouse. Um de seus últimos trabalhos como a voz do personagem foi no segmento Mickey e o Pé de Feijão, de Como é Bom se Divertir (1947), cuja narração foi feita por...

Edgar Bergen, um popular ventriloquista, ator e comediante. Ele participou de um episódio de The Muppet Show (1976-1981) e também fez uma participação especial em Muppets: O Filme (1979), poucos antes de falecer, em 1978. Porém, uma de suas mais importantes participações foi em One Hour in Wonderland, o primeiro especial televisivo produzido por Walt Disney. Exibido na tarde do dia 25 de Dezembro de 1950, o programa apresentou diversas celebridades e trechos de alguns clássicos através do Espelho Mágico de Branca de Neve e os Sete Anões (1937). Uma das convidadas do especial era...

Kathryn Beaumont, a qual estava promovendo o lançamento de Alice no País das Maravilhas (1951). Ela também emprestou a sua voz para outra importante personagem, a Wendy Darling de Peter Pan (1953). Beaumont começou a atuar muito jovem e foi chamada pessoalmente por Walt Disney, para emprestar a sua voz para Alice, assim como servir de referência para os animadores darem vida para a personagem principal do clássico, após ver uma pequena participação dela em uma comédia romântica. Na animação da curiosa garotinha, Beaumont trabalhou ao lado de...

Ed Wynn, ator e comediante. Wynn emprestou a sua voz ao excêntrico Chapeleiro Maluco no longa-metragem de animação e participou de diversas outras produções do Universo Disney, incluindo O Mundo Encantado dos Brinquedos (1961), ao lado de Annette Funicello; O Diabólico Agente D.C. (1965), ao lado de Hayley Mills; O Fantástico Super-Homem (1961) e sua sequência O Fabuloso Criador de Encrencas (1963). Seu último trabalho foi Rufus, em O Feiticeiro da Floresta Encantada (1967). No entanto, um de seus papéis mais famosos foi como o risonho Tio Albert em Mary Poppins (1964), no qual atuou com...

Julie Andrews, cuja marcante atuação como a babá voadora lhe rendeu um Oscar® de Melhor Atriz. Andrews ficou responsável por narrar o clássico moderno Encantada (2007) e interpretar a Rainha Clarisse Renaldi em O Diário da Princesa (2001) e O Diário da Princesa 2: Casamento Real (2004). Na sequência, após se tornar a princesa de Genóvia, Mia (Anne Hathaway) descobre que precisa se casar. E quando a Rainha Clarisse está recebendo os convidados, ela recepciona um senhor que aprendeu inglês com os filmes dos Três Pateta. Esse estranho convidado é vivido por ninguém menos do que...

Stan Lee, o rei das participações especiais de Hollywood. Nascido em 28 de Dezembro de 1922, Lee é um homem de muitos talentos, tendo escrito livros e quadrinhos, servido como editor, produtor, apresentador de televisão e até ator. Ele se tornou uma importante figura entre os amantes das histórias em quadrinhos e suas respectivas adaptações para os cinemas, devido às suas breves e inusitadas aparições em obras como Guardiões da Galáxia (2014), Homem-Formiga (2015), Capitão América: Guerra Civil (2016), Doutor Estranho (2016), Operação Big Hero (2014) e muitos outros!


Walt Disney e Stan Lee podem ter vivido carreiras bem diferentes uma da outra, mas ambos contribuíram de forma imensurável para a cultura e nos brindaram com personagens inesquecíveis, os quais, mesmo depois de anos de sua criação, continuam sendo importantes e continuam a render histórias interessantes. Em uma entrevista, Stan Lee disse ter ficado muito grato de participar de uma animação da Disney, pois, quando ele era criança, Walt Disney era um ídolo para ele!

seis-graus-walt-stan-final-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

O atual editor-chefe de O Camundongo é um grande aficionado por cinema, séries, livros e, óbvio, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: "O Rei Leão", " A Bela e a Fera", " Planeta do Tesouro", "A Família do Futuro" e "Operação Big Hero".