D23 Expo 2015 | Toy Story 4 e a procura pela namorada de Woody

5

toy-story-4-poster-conceitual-camundongo

Se quando Toy Story 4 foi anunciado, no final do ano passado, nossa reação foi a de querer internar John Lasseter em um hospício, quando anunciaram que seria uma comédia romântica, bom, a situação ficou pior ainda. Agora, parece que tudo começa a fazer sentido.

Inúmeras vezes, o chefe criativo do Pixar Animation Studios afirmou que Toy Story 3 (2010) havia sido o final perfeito de uma ótima história. Porém, durante a D23 Expo 2015, a verdade veio à tona: a ideia de outra sequência surgiu enquanto discutiam a história de um filme original.

As mentes de Toy Story 4: John Lasseter, Will McCormark, Rashinda Jones, Josh Cooley e Galyn Susman.

Andrew Stanton, diretor de Procurando Nemo (2003) e roteirista de Toy Story (1995), começou a escrever, em segredo, um tratamento que se encaixa no universo dos brinquedos e Lasseter percebeu que o projeto era convincente o suficiente para trabalharem de novo com aqueles personagens.

Tenho muito orgulho de nossos filmes,” disse Lasseter. “Quando nós fizemos os três primeiros Toy Story, nós não percebemos que havíamos mudado o gênero de cada um deles. Para Toy Story 4, nós estamos fazendo um tipo de história que nunca fizemos antes: uma história de amor. É sobre Woody e Betty.

McCormark e Jones foram chamados para trazer uma nova perspectiva à franquia.

Betty, uma boneca de porcelana, teve uma certa importância nos dois primeiros longas-metragens como a namoradinha de Woody, mas no terceiro, sua ausência foi apenas comentada em um rápido diálogo entre o caubói e Rex. Seu misterioso sumiço, talvez, não tenha sido tão aleatório, afinal de contas.

É uma história muito pessoal para mim, pois foi inspirada em minha esposa, Nancy,” comenta Lasseter, que volta à cadeira de diretor, dessa vez, ao lado de Josh Cooley (Riley’s First Date?). Rashida Jones e Will McCormark são os roteiristas, os quais devem trazer uma nova perspectiva para a continuação.

Randy Newman cantou ao vivo a clássica música-tema “You’ve Got a Friend in Me”.

Lasseter, Jones e McCormark discutiram muito pouco a respeito da história, visto que o roteiro ainda está sendo lapidado, no entanto, o trio antecipou que Woody e Buzz irão partir em uma jornada para encontrar Betty. No caminho, a dupla irá se deparar com novos brinquedos.

Todos os personagens de Toy Story — especialmente Woody e Buzz — se parecem mais com integrantes da família do que apenas criações. Nós não apenas amamos esses personagens profundamente, como o mundo de Toy Story —  o mundo no qual brinquedos ganham vida quando não ninguém por perto sempre foi cheio de possibilidades,” finaliza Lasseter.  

Personagens invadiram o palco para a celebração de vinte anos da franquia.

Para encerrar a apresentação, o compositor Randy Newman, que também irá compor a trilha sonora de Toy Story 4, subiu ao palco para cantar “You’ve Got a Friend in Me” em homenagem ao vigésimo aniversário do longa original.

Pete Docter (Monstros S.A.Divertida Mente), Lee Unkrich (Toy Story 3, Coco), Andrew Stanton (Procurando Nemo, Wall-E), cineastas veteranos do estúdio, também participaram da celebração, que contou com a presença dos personagens da franquia. Toy Story 4 estreia em 06 de Julho de 2017, no Brasil.

toy-story-4-final-slinky-porquinho-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

O atual diretor de redação e editor-chefe de O Camundongo é um grande aficionado por cinema, séries, livros e, óbvio, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: "O Rei Leão", " A Bela e a Fera", " Planeta do Tesouro" e "A Família do Futuro".



  • Lucas Acioli

    Surpreendentemente eu AMEI essa busca pela Betty, eu bem q estranhei ela não estar no 3 filme e adorei a ideia.

  • Jorge de Azevedo

    Eu achava um quarto filme desnecessário… Até saber que Betty, minha personagem preferida da franquia, voltaria. 😛

  • rodrigo duarte

    Tô garrado, vô no cinema ver, mas com 1 bilhão em renda no filme anterior eu também arranjaria as mais diversas explicações plausíveis pra uma sequência.

  • Jean Pires

    Ah, premissa é bacana, mas a história num todo tem que ser muito bem desenvolvida pra chegar ao mesmo patamar do terceiro filme!

  • Danillo Aguiar

    Até que vai essa busca aí pela Betty, mas acho que essa história se
    encaixaria melhor em um curta-metragem especial, enfim, vamos esperar
    para ver no que dá.