Por Trás do Microfone | Entrevista com Aladdin & Marcus Jardym

4

microfone-aladdin-inicio-camundongo

Dando prosseguimento à nossa jornada mágica em busca dos heróis da nossa infância, a equipe O Camundongo foi em busca daquele que nos fez enumerar os desejos que faríamos a um gênio. Aladdin foi o primeiro personagem masculino que encontramos nas nossas aventuras em Por Trás do Microfone.

microfone-marcus-personagens-001

É claro que depois do nosso papo animado com o diamante bruto, fomos atrás daquele que deu vida ao personagem no Brasil: o ator Marcus Jardym. Marcus não só é ator como diretor, bailarino e coreógrafo e tem uma carreira extensa no campo da dramaturgia.

microfone-marcus-personagens-002

Além de ser a voz do Aladdin e de dois personagens importantes da saga Star Wars (Luke Skywalker e Obi-Wan Kenobi jovem), o ator também emprestou sua voz a diversos atores como Ethan Hawk, Matt Damon e Brad Pitt. Chegou a hora de voar de tapete, sentir a força despertando em você e descobrir as histórias da carreira de um dos maiores talentos da dublagem brasileira.

microfone-aladdin-final-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

Disney Lover desde quando pode se lembrar. Já sonhou em nadar no fundo do mar, explorar um castelo encantado, viajar de tapete mágico e pintar com todas as cores do vento. Entusiasta das dublagens, do cinema Hollywoodiano e das grandes animações, sejam elas antigas ou não.



  • S E N S A C I O N A L
    E S C O R R E U
    U M A
    L A G R I M A
    A Q U I

    • Humberto Lima

      Que falta que você faz………… :(

  • Caroline Calzolari

    Escutei a entrevista novamente.. nossa, é impossível não ficar todo o tempo imaginando o Aladdin falando! Hahaha Adorei, como sempre! S2

  • Samir “Twero” Fraiha

    Putz! Esqueci de comentar aqui também!

    Gostei muito da entrevista do Marcus Jardym! É muito legal de ver que esse jeitão de Aladdin é natural dele e ver alguém tão cheio de vida e com uma voz que ao mesmo tempo repassa a juventude do Aladdin e a calma e sabedoria do Obi Wan.

    Parabéns e obrigado pelo podcast, Humberto e a equipe d’O Camundongo!