Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar | A criação dos efeitos visuais

0

piratas-do-caribe-5-poster-jack-camundongo

Um exército cadavérico de marinheiros fantasmagóricos, liderado pelo sobrenatural El Matador Del Mar… Milhas e milhas de oceano agitado… Tubarões mortos-vivos, prontos para um banquete. Esses foram apenas alguns dos efeitos visuais vistos em Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar, o quinto capítulo da icônica franquia do Walt Disney Studios.

Todos esses detalhes foram comandados pelo supervisor de efeitos visuais Gary Brozenich, indicado ao Oscar® por O Cavaleiro Solitário (2013). A equipe de Gary trabalhou com a criação de mais de duas mil cenas de efeitos visuais. “O que eu amo sobre [o mundo de Piratas]é essa constante combinação de um realismo absoluto e implicável,” disse Gary para a D23.

piratas-do-caribe-5-efeitos-001

Há uma demanda por realismo, porque existem razões práticas para alguns dos efeitos visuais e isso é sempre combinado com fantasia […] Acredito que essa combinação dos dois – assim como a união de doce e azedo – é convincente,” explica. E como as histórias enfeitiçadas e seus personagens extraordinários são essenciais para a saga, os efeitos visuais permitem contá-las do modo mais cativante possível.

No mais recente filme, criar o visual do novo vilão, o Capitão Salazar (Javier Bardem), foi um dos maiores desafios e também a parte mais interessante e divertida para a equipe, segundo Brozenich. “Basicamente, Salazar está preso em um mundo subaquático, com toda a sua tripulação, pela eternidade,” comenta o supervisor de efeitos visuais.

piratas-do-caribe-5-efeitos-002

Javier vinha para o estúdio com grandes quantidades de maquiagem sintética em seu rosto e mãos, e um figurino incompleto. Então, nós adicionaríamos as partes restantes. Se você imaginar qualquer coisa capaz de flutuar em uma pessoa se nós a jogássemos em uma piscina, nós precisávamos adicionar aos efeitos visuais,” revela.

Brozenich e sua equipe também conseguiram misturar filmagens de água real – feitas tanto na Austrália quanto na cidade de Key West, na Flórida – com cenários marítimos criados em computação gráfica. E essa combinação precisava ser meticulosamente planejada desde o início da produção, sem se esquecer do trio de tubarões fantasmas encontrado na profundeza dessas águas.

piratas-do-caribe-5-efeitos-003

Dois tubarões-brancos e um tubarão-martelo. Eles possuem um papel muito específico no filme, nos levando de um ponto da história para outro. Eles foram desenhados por Nigel Phelps e estão bastante destruídos, com pedaços faltando, pelos quais é possível enxergar o esqueleto deles,” continua Brozenich. “Quando as versões práticas deles eram colocadas na água, era quando nosso trabalho começava.”

A magia do cinema está nas coisas sem planejamento e em tentar descobrir a melhor forma de lidar com elas,” admite. “Você precisa ir o mais bem-informado possível, especialmente para o que não existe […] Você precisa ter regras já estabelecidas e qual o resultado final desejado para esses efeitos. Muito desse trabalho passa despercebido pelo público – mas pelas melhores razões.

Bastidores de Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar

Nessa aventura cheia de ação, o Capitão Jack Sparrow (Johnny Depp), que anda passando por uma onda de azar, sente os ventos da má sorte soprando com muita força quando os marinheiros fantasmas assassinos, liderados pelo aterrorizante Capitão Salazar (Javier Bardem), escapam do triângulo do diabo decididos a matar todos os piratas em seu caminho, especialmente Jack. A única esperança de sobrevivência para ele então é o lendário tridente de Poseidon, mas para encontrá-lo ele terá que estabelecer uma inconveniente aliança com Carina Smyth (Kaya Scodelario), uma linda e brilhante astrônoma, e Henry (Brenton Thwaites), um jovem e teimoso marinheiro britânico. À frente do Dying Gull, seu navio vergonhosamente pequeno e velho, o Capitão Jack busca não somente reverter a sua recente onda de má sorte mas também salvar a sua própria vida lutando contra o inimigo mais assustador e malvado que ele já enfrentou.

piratas-do-caribe-5-final-capitao-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

O atual editor-chefe de O Camundongo é um grande aficionado por cinema, séries, livros e, óbvio, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: “O Rei Leão”, ” A Bela e a Fera”, ” Planeta do Tesouro”, “A Família do Futuro” e “Operação Big Hero”.