Zootopia e Mogli – O Menino Lobo vencem no Oscar 2017

0

zootopia-poster-oscar-camundongo

A octogésima nona edição do Oscar®, realizada em 26 de Fevereiro de 2017, consagrou Moonlight: Sob a Luz do Luar (2016) como o Melhor Longa-metragem, enquanto La La Land: Cantando Estações (2016) saiu com o maior número de vitórias, seis estatuetas ao todo. Porém, a noite de premiações também foi extremamente marcante para o Universo Disney.

O.J.: Made in America (2016), documentário produzido pela ESPN Films, foi o primeiro vencedor da casa do Mickey Mouse, levando o prêmio de Melhor Documentário em Longa-metragem, e quebrou um recorde, ao se tornar a produção com maior duração – sete horas e quarenta e sete minutos – a vencer em uma categoria.

Apresentação de “How Far I’ll Go” no Oscar®:

Já Piper: Descobrindo o Mundo (2016) recebeu o troféu de Melhor Curta-metragem de Animação, recebido pelo diretor Alan Barillaro e pelo produtor Mark Sondheimer, os quais agradeceram a John Lasseter, Andrew Stanton e a outros colegas do Pixar Animation Studios. Barillaro terminou o seu discurso dizendo para seus filhos não terem medo de nada.

Em seguida, Zootopia (2016) se tornou a terceira produção do Walt Disney Animation Studios a vencer na categoria de Melhor Longa-metragem de Animação. O Oscar® foi entregue aos diretores Byron Howard e Rich Moore e ao produtor Clark Spencer. Essa é a trigésima quinta vitória da história de Judy Hopps e Nick Wilde em premiações, incluindo o Globo de Ouro e o Annie Awards.

Zootopia ganha o Oscar® de Melhor Longa-metragem de Animação:

Cinco anos atrás, tivemos essa louca ideia de falar sobre a humanidade usando animais falantes na esperança de que, quando o filme estreasse, o mundo se tornasse um lugar um pouco melhor,” disse Howard. E Moore completou: “E nós estamos imensamente gratos pelo público ao redor do mundo que abraçou esse filme com uma história da tolerância ser maior do que o medo do outro.

Finalizando as vitórias, Felicity Jones e Riz Ahmed, protagonistas de Rogue One: Uma História Star Wars (2016), da Lucasfilm, subiram ao palco para revelar Mogli – O Menino Lobo (2016) como o grande vencedor do prêmio de Melhores Efeitos Visuais, derrotando o primeiro longa-metragem derivado da saga espacial e Doutor Estranho (2016), do Marvel Studios.

Sunny Pawar e Jimmy Kimmel reencenam O Rei Leão:

No entanto, a cerimônia ainda trouxe outros momentos inesquecíveis para os Camundongos. Dwayne “The Rock” Johnson, a voz original do semi-deus Maui em Moana: Um Mar de Aventuras (2016), apresentou a dupla Auli’i Cravalho, voz original de Moana, e Lin-Manuel Miranda, compositor da trilha sonora, responsáveis por interpretar “How Far I’ll Go“, a qual disputava o prêmio de Melhor Canção Original.

Sunny Pawar, porém, foi quem roubou os holofotes. O garoto de oito anos e ator de Lion: Uma Jornada para Casa participou do Oscar® pela primeira vez e o anfitrião da noite, Jimmy Kimmel, não perdeu tempo ao fazer uma conexão entre o longa-metragem e o clássico O Rei Leão (1994), ao recriar a icônica cena de abertura e levantar Pawar enquanto a música da animação tomava conta do local.

mogli-poster-oscar-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

O atual editor-chefe de O Camundongo é um grande aficionado por cinema, séries, livros e, óbvio, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: "O Rei Leão", " A Bela e a Fera", " Planeta do Tesouro", "A Família do Futuro" e "Operação Big Hero".