Listas 2000 | O lado sombrio de A Nova Onda do Imperador

9

curiosidades-imperador-topo

A Nova Onda do Imperador (2000) não é um dos mais privilegiados filmes de animação da Walt Disney Animation Studios, mas muitos o conhecem e até hoje se divertem demais com a aventura de Kuzco e Pacha pelo Império Inca. O que muitos não sabem é que este seria um épico Clássico Disney ao estilo de O Rei Leão (1994), sendo um dos projetos que mais apresentaram desentendimentos em sua produção do estúdio, mudando da água para o vinho. Na Listas 2000 de hoje, você pode conhecer um pouco sobre a ideia original, em contraste com a hilária comédia animada que conhecemos atualmente.


curiosidades-imperador-11

Originalmente chamado de O Império do Sol, o enredo seria sobre um imperador Inca, chamado Manco (não Kuzco, mas ainda dublado por David Spade no original). Ele trocaria de lugar com um Pacha quase idêntico a ele, um camponês dublado por Owen Wilson, não o gordinho simpático dublado por John Goodman na versão final (Wilson, no entanto, teve sua chance de trabalhar com a Disney anos depois, sendo a voz original de Relâmpago McQueen em Carros, da Pixar). Manco seria transformado por Yama em uma lhama não-falante, quando ela descobrisse sobre a troca. Em resumo, seria basicamente uma versão Inca do conto O Príncipe e o Mendigo, mas não foi muito bem recebido pelo público-teste. Era um filme musical que se destinava a ser tão épico como O Rei Leão (1994), mas caiu por terra, dando lugar ao hilário filme que conhecemos e amamos.


curiosidades-imperador-10

As canções do filme foram escritas por Sting, da banda The Police à época. Ele compôs sete canções originais para a versão original, mas, depois que o filme foi mal com o público-teste, o roteiro foi readaptado para se livrar de seis das sete canções escritas. A produção seria um musical na mesma linha do que Elton John fez em O Rei Leão (1994), ou Phil Collins em Tarzan (1999).


curiosidades-imperador-9

Yzma originalmente seria mais uma espécie de feiticeira que uma cientista louca. Seu design original reflete esse conceito. Apesar disso, eles definitivamente deixaram todo o conceito de “mais feia que briga de foice” em sua versão final.


curiosidades-imperador-8

Ainda, a intenção original de Yzma era se livrar do sol (!) porque ele lhe deu suas rugas e a fez ficar feia (quase uma Mamãe Gothel, não é?). Sua canção de vilão original reflete isso. Ela é chamada “Luz vai Morrer” e é incrível. O mais surpreendente é que, apesar de cortada, a canção foi adaptada para o português por Kika Tristão, estando inclusive presente no CD nacional do filme. E mais, você pode ouvi-la agora mesmo, abaixo.


curiosidades-imperador-7

Na versão original, Imperador Manco, quando estivesse transformado em lhama,  se apaixonaria por uma fazendeira, chamada Nina, que cuidava de lhamas. Os mais atentos já notaram que a ideia foi posteriormente aproveitada (de certa forma) na série A Nova Escola do Imperador, do Disney Channel.


curiosidades-imperador-6

Sting, originalmente, cantaria “Perfect World” (“Um Mundo Perfeito“), mas os diretores escolheram Tom Jones, porque acharam que Sting tinha uma voz que soava jovem demais. Tom Jones é onze anos mais velho que ele. Contudo, Sting ainda canta a música nos créditos finais, na opção de áudio em Inglês. Já em Português, temos Ed Motta em ambas as versões.


curiosidades-imperador-5

Os animadores fizeram Yzma usar roxo porque é uma cor geralmente associada com a loucura. Ela também cantaria uma reprise de “Perfect World“, contando sobre sua dominação do império. Barbra Streissand era a escolha original para interpretar a voz de Yzma, mas Eartha Kitt tomou seu lugar ao final. Aliás, Yzma se transformando em um gato no final do filme é uma homenagem sutil à Eartha Kitt por ter interpretado a Mulher-Gato na década de 1960.


curiosidades-imperador-4

Uma imprecisão histórica acontece na cena em que Kuzco, dentro de um saco, cai na carroça de Pacha. O problema é que, na verdade, os Incas ainda não tinham inventado a roda à época. Consequentemente, não existiam carroças ou similares. De alguma forma, eles ainda conseguiram construir imponentes estruturas como Machu Picchu sem elas. Incrível, não é? Outra imprecisão acontece por conta dos brincos de Chicha, a esposa de Pacha. Apenas a realeza Inca usava jade, por ser muito cara e um sinal de riqueza. Assim, Kuzco usar brincos de jade é normal, já Chicha, não. Bom, estamos discutindo precisão histórica em um filme ambientado em tempos pré-hispânicos, onde há nada menos que um esquilo usando um balão!


curiosidades-imperador-3

O nome de Kuzco vem de Cusco, a capital do império Inca. A cidade ainda existe até hoje em seu local original no Peru, e é realmente uma cidade bastante grande. Já o nome de Pacha significa Terra na língua Inca. Esta linguagem é chamada Quechua e ainda é falada na América do Sul atualmente.


curiosidades-imperador-2

No projeto original do filme, Kuzco construía, de fato, Kuzcotopia (o seu refúgio de verão, que tem até escorrega!) em um morro ao lado do de Pacha. Sting e sua esposa fizeram os diretores mudarem isso; por ambos serem ambientalistas ávidos, não queriam Kuzco destruindo a floresta tropical. Também, não haveria uma mudança real evidente em seu caráter se ele ainda construísse seu playground extravagante.


curiosidades-imperador-1

O mais curioso de tudo, é que a esposa de Sting, através de sua produtora, fez um documentário sobre o processo de criação desse  filme chamado The Sweatbox. A criação desse documentário foi uma exigência de Sting, caso contrário, ele não participaria do projeto. A Disney detém os direitos desse sombrio arquivo e tenta mantê-lo muito bem guardado a sete chaves, mas, obviamente, ele foi vazado pela internet há alguns anos. Se você se empenhar, talvez encontre-o; certamente vale a pena assistir se você conseguir.


E então, o que achou desse dossiê sobre nosso querido filme A Nova Onda do Imperador? Deu vontade de conferir uma versão finalizada da ideia original, não é verdade? Mas, no final, o que importa é que tivemos um dos melhores e mais divertidos Clássicos Disney no ano 2000. E, como um extra, vale pontuar que a esposa de Pacha, Chicha, é a primeira mulher grávida a aparecer em uma animação da Disney. Não deixem de nos seguir em todas as nossas redes sociais – estamos no Facebook, no Instagram, no Twitter e no Tumblr.

Agradecimentos a: Entertainment Overload, Imgur, GawkerEducinema e Livlily

curiosidades-imperador-final

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

O diretor de marketing de O Camundongo iniciou sua aventura virtual com a Disney há mais de seis anos e, desde então, acompanha o crescimento do projeto e se orgulha do que foi e será feito por aqui.



  • Yuri Nekel

    Eu adoro a Nova Onda do Imperador, mas só de pensar naquilo que poderia ter sido me dá um certo desgosto do filme. Talvez eles revisitem o projeto original em alguns anos, talvez em um reino Egípcio ao invés de Inca, porque nesse conceito original, o sol interpreta um grande papel, e os egípcios tem Rá, o deus do sol.

    • Realmente a ideia era muito bacana, por mais que o filme finalizado seja ótimo e hilário. Gostei muito de sua sugestão de adaptarem a ideia original para o Antigo Egito, quem sabe um dia não vejamos a Disney fazer isso de fato!?

      • Yuri Nekel

        Quem sabe? Se a Kelli O’Hara (<3) ganhou o Tony então tudo é possível!

  • rodrigo duarte

    Matéria maneiríssima, eu tenho CD e ficava me perguntado o porquê da música da Yzma e como eles a encaixariam no filme, além dessa tem também outras duas canções que não aparecem no filme, Anda Como Lhama e One Day She’ll Love Me. Em 2000 a Dream Works lançou um filme com temática parecida (sempre essas coincidências, mas no caso acho que não foi kibagem) O Caminho para El Dorado, que para mim é a melhor animação do estúdio do Ogro. Ainda bem que mudaram para A Nova Onda e fizeram um filme original de rachar os bicos.

    • Obrigado, Rodrigo! Verdade, essas canções cortadas nos deixam com a pulga atrás da orelha imaginando como seria o filme com elas, não é? El Dorado também pode ter contribuído para a súbita alteração do roteiro, bem pensado!

  • Ótimo texto, caro Jonas! Já sabia um pouco dessa versão perdida de “A Nova Onda do Imperador”, mas aprendi bastante sobre esse lado sombrio. E apesar do resultado final ser excelente, é impossível não ficar curioso para saber como seria a versão do Império do Sol.

  • silasig

    A pastora de lhamas não se chama Nina. Ela se chama Mata. Nina é o nome da noiva do Manco, que se apaixona por Pacha, pensando que era o noivo dela (ela não sabia da troca dos dois).

  • Obrigado, caro Lucas! Haha acredita que só agora vim revisitar esta matéria?
    Ainda estou pra assistir ao Sweatbox, você chegou a vê-lo neste meio tempo?

  • Evelyn Duarte

    eu queria e a produçao de texto nao como foi feito a omda do iperador kuzko