Musical de O Rei Leão em 360 graus é uma experiência sensacional

0

rei-leao-realidade-virtual-inicio-camundongo

Assistir ao musical inspirado no clássico O Rei Leão (1994) é uma experiência simplesmente inesquecível. Os figurinos, as coreografias, os cenários, a música. Todos elementos trabalham para criar um momento único para o público — e essa versão de realidade virtual do número de abertura “Circle of Life“, filmado em 360º, é algo completamente diferente.

Disney Theatrical Productions se uniu à produtora Total Cinema 360 para criar o primeiro vídeo de realidade virtual de um espetáculo da Broadway e permite ao espectador experimentar a sensação de estar no palco e em meio ao elenco. O vídeo abaixo pode ser assistido em celulares e tablets através do aplicativo do YouTube e em computadores com a versão mais recente do Google Chrome.

Circle of Life” em 360º:

Para criar essa impressão, Craig Gilbert, diretor do projeto e co-fundador da produtora, utilizou seis câmeras GoPro, as quais se moviam ao redor do palco entre as tomadas. “Para mim, é algo ambicioso e único. Não porque é um musical da Broadway, mas por ultrapassar os limites em termos de contar uma história com realidade virtual,” disse Gilbert ao Wired.

Nós não queríamos apenas colocar uma câmera no meio do teatro e deixar acontecer. Seguir a ação da música, uma dinâmica e vibrante música, e a absolutamente lendária coreografia nos deu um espaço realmente grande para trabalharmos,” ressalta.

Membro da Total Cinema 360 realizando ajustes das câmeras durante a gravação.

O objetivo principal era permitir o público explorar áreas inacessíveis durante a apresentação no palco, até mesmo para alguns atores. Apenas três atores sobem na Pedra do Reino na encenação do número de abertura, logo o ponto de vista de seis metros acima do palco é novo para muitos artistas do elenco.

Inicialmente, a casa de Mickey Mouse estava receosa de seguir em frente com o projeto. “Nós sabíamos se tratar de um experimento, e se passássemos pela filmagem e pela edição e não gostássemos do resultado ou se porventura não aperfeiçoasse ou expandisse a visão original de O Rei Leão, nós não o lançaríamos,” explica Andrew Flatt, vice-presidente de marketing da empresa.

Elenco do musical teve a oportunidade de assistir ao vídeo de realidade virtual.

Uma das preocupações da Disney Theatrical Productions era a possibilidade do vídeo canibalizar a venda de ingressos. “Quando você assiste ao vídeo, ocorre o contrário. Ele abre o seu apetite e te faz querer ver mais, te faz querer saber mais sobre essa produção,” comenta Flatt.

“Chorei,” revela a atriz Tshidi Manye, intérprete de Rafiki, sobre o momento no qual assistiu ao vídeo finalizado. “Era muita felicidade e eu estava muito grata por ver isto acontecer… A forma como foi feito ultrapassa tudo que já vi. Poder assistir à reação do público, para mim, faz valer tudo.”

Para muitos atores do elenco, a visão do topo da Pedra do Reino era inédita.

Em seu décimo nono ano, O Rei Leão continua a ser abraçado em um grau sem precedentes pelo o mundo e somos gratos por isso,” diz Thomas Schumacher, presidente da Disney Theatrical Productions. “Porém, com o sucesso, vem a responsabilidade de encontrar novas formas de compartilhar a ousadia da diretora Julie Taymor.”

Qual a melhor forma de se fazer isso senão utilizar essa avançada tecnologia de realidade virtual, a qual te coloca no centro de um dos números musicais mais inesquecíveis já encenados? Pela primeira vez, é possível ser parte do Ciclo sem Fim,” finaliza.

rei-leao-realidade-virtual-final-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

O atual diretor de redação e editor-chefe de O Camundongo é um grande aficionado por cinema, séries, livros e, óbvio, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: "O Rei Leão", " A Bela e a Fera", " Planeta do Tesouro" e "A Família do Futuro".