Moana: Um Mar de Aventuras | A busca por autenticidade da equipe criativa

4

moana-desenvolvimento-poster-camundongo

John Musker e Ron Clements são conhecidos por explorar diversos mundos dentro do Universo Disney. A dupla já nos levou para mergulhar pelo fundo do mar, para vivenciar o calor da Arábia, para conhecer a magnitude do Monte Olimpo, para explorar a infinitude do espaço, para experimentar as maravilhas de Novas Orleans, e mais recentemente, para visitar um mar de aventuras.

Embora esses mundos imaginários não precisem possuir uma exatidão temporal ou autenticidade local, os diretores de Moana: Um Mar de Aventuras (2016) trataram esses assuntos como prioridades para contar a história. Logo, a equipe de design precisou fazer um trabalho exímio para acertar com os cenários e personagens, honrando a cultura polinésia, na qual a animação é baseada.

moana-desenvolvimento-001

Como a história de Moana (voz original de Auli’i Cravalho) se passa dois mil anos atrás, era importante estabelecer tais características em tela. E para isso, os diretores e diversos outros membros da equipe realizaram diversas viagens para o Sul do Pacífico, a fim de pesquisar as ilhas, a cultura e as pessoas, e a partir dessas experiências, a equipe de design pôde criar o mundo da aventura.

Nós queríamos ter a certeza de parecer com o Pacífico Sul e o mundo que vimos quando fomos visitar. Nós queríamos que parecesse real,” diz Harkness, diretor de cores e cenários. No entanto, o designer de produção Ian Gooding explica que as ilhas no filme não representam lugares reais, mas são inspiradas em locais reais em determinado tempo. Te Fiti, uma das ilhas vistas no longa animado, foi baseada no Taiti.

moana-desenvolvimento-002

Para replicar os figurinos, barcos, casas e tatuagens, nós tivemos a maioria das informações de Samoa, e isso acabou se tornando Motonui, a ilha fictícia onde Moana mora,” comenta Gooding. “Esse é um lugar real, em um período de tempo real, baseado em histórias, lendas e fatos. Era muito importante fazer o público acreditar nessa especificidade,” revela Bill Schwab, diretor de personagens.

As viagens ajudaram os artistas a definir e redefinir o visual da animação –após duas viagens, a equipe havia acumulado uma quantidade enorme de material de referência –, e a decidir a paleta de cores. “Há cores vistas quando você visita [o Pacífico Sul], há cores das fotografias tiradas lá, e há as cores que você se lembra. É sobre as impressões e o que você sente quando visita o lugar,” explica Harkness.

moana-desenvolvimento-003

Já as tatuagens de Maui (voz original de Dwayne Johnson) foram modeladas a partir das tatuagens marquesas, originada no Arquipélago das Marquesas, e foi necessário um grande estudo. “Se você pesquisar tatuagens samoanas na internet, você irá ver tatuagens samoanas, mas você também verá algumas com o logo de O Rei Leão e outras coisas doidas,” diz Gooding.

Você precisa aprender sobre os detalhes específicos, para, quando você olhar uma tatuagem, poder dizer qual é uma tatuagem taitiana e qual foi feita em Tonga. E nesse momento, você pode começar a desenhá-las,” explica o designer, retirado da produção de Detona Ralph (2012) para trabalhar no projeto de Clements e Musker, muito antes da primeira viagem para a Polinésia acontecer.

moana-desenvolvimento-004

Quando eu comecei, nós não sabíamos de nada. Era sobre uma garota em um barco no mar. E você começa a se questionar qual o ângulo realmente espetacular de se olhar para isso. E então, haverá uma deusa vulcânica e o que poderemos fazer com isso?,” revela Gooding. Conforme o tempo passava, mais pessoas se juntavam à produção e a história ficava cada vez mais refinada.

Schwab explica que os artistas sabiam o básico dos personagens e, com base nisso, começavam a pensar em coisas inovadoras, mas críveis para incluir. “Chega ao ponto de sabermos como serão as unhas dos dedos dos personagens,” diz Gooding. E antes de decidir qual será a aparência final dos personagens, eles são desenhados de diferentes pontos de vista.

moana-desenvolvimento-005

O trabalho da equipe de design recebeu uma enorme aprovação da dupla de diretores. Musker, inclusive, chegou a declarar que a equipe transformou o longa-metragem em uma pintura viva. E eles não foram os únicos. Os críticos também foram unânimes quanto aos elogios para o visual espetacular e exuberante da animação, especialmente em relação aos cenários.

E a partir de 19 de Abril de 2017, o trabalho de Ron Clements, John Musker, Ian Gooding, Bill Schwab, Andy Harkness e diversos outros artistas poderá ser apreciado no conforto de nossos lares, pois é quando Moana: Um Mar de Aventuras, finalmente, irá chegar às lojas nacionais em DVD (Simples)Blu-ray (Simples)Blu-ray 3D (Simples).

Trailer de Moana: Um Mar de Aventuras em Home Vídeo:

O Walt Disney Animation Studios apresenta Moana: Um Mar de Aventuras, uma épica aventura sobre uma destemida jovem que sai para velejar em uma ousada missão para salvar o povo dela. Durante a jornada, Moana (voz original de Auli‘i Cravalho) conhece o poderoso semideus Maui (voz original de Dwayne Johnson), e juntos eles vão cruzar o oceano numa viagem divertida e cheia de ação.

moana-desenvolvimento-final-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

O atual editor-chefe de O Camundongo é um grande aficionado por cinema, séries, livros e, óbvio, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: “O Rei Leão”, ” A Bela e a Fera”, ” Planeta do Tesouro”, “A Família do Futuro” e “Operação Big Hero”.



  • Lionel Novaes de Freitas

    O que teremos de extras nos discos? Saudades de quando a Disney recheava seus DVDs com making ofs relevantes 🙁

  • Guilherme

    Olha. Achei Moana um senhor filme de animação. Gostei de todos os filmes do Disney animation Studios a partir da princesa e o sapo. Só o Winnie the Pooh que achei que poderia ser melhor. Mas Moana foi bom demais. Foi um sucesso de bilheteria, mas esperava que ultrapassasse 1 bi. Sério que só chegou até pouco mais da metade disso?
    Será que terá continuidade?
    Agora, estou ansioso para o detona Ralph 2, Ralph detona a internet. Gostei da ideia.
    Os próximos são nessa ordem né: detona Ralph 2 e gigantic (é esse título?)?

    • Infelizmente, “Moana” só chegou a US$640 milhões, mas “Detona Ralph” arrecadou US$470 milhões e terá sequência. Logo, tudo é possível. E com o novo calendário divulgado pela Disney, os lançamentos serão: “Ralph Breaks the Internet: Wreck-It Ralph 2” em 2018 (provavelmente Janeiro de 2019 no Brasil), “Frozen 2” em Novembro de 2019 (provavelmente Janeiro de 2020 no Brasil), e “Gigantic” em Novembro de 2020 (provavelmente Janeiro de 2021 no Brasil). Você encontra mais informações nesta edição do Camundongo Repórter: http://www.ocamundongo.com.br/camundongo-reporter-septuagesima-sexta-edicao/ 🙂