Minnie Side | Disney e o Empoderamento Feminino em seus filmes recentes

0

minnie-side-empoderamento-inicio-camundongo

A Disney esteve focada no nosso imaginário desde muito pequenos. Não seria de se estranhar, então, o impacto dos filmes e desenhos nos nossos conceitos e ideias que levamos para a vida toda. Sabendo desse poder, a Disney cada vez mais tem tentado implantar sentimentos de igualdade e respeito em seus longas-metragens.

E a mais nova jornada da gigante do entretenimento é revisitar um de seus maiores clássicos: A Bela e a Fera (16 de Março de 2017). O trailer, divulgado recentemente pelo estúdio, nos mostrou diversos momentos importantes, como uma homenagem ao clássico.

minnie-side-empoderamento-001

Temos, por exemplo, a referência à música “Be Our Guest“, algumas linhas de diálogo — presumidamente de Ian McKellen e Ewan McGregor, como Horloge e Lumière —, e algumas pistas de Emma Watson no papel de Bela.

O trailer, entretanto, se focou bastante na produção e no design, com cenas do castelo da Fera, candelabros e velas mostrando o poder da direção de arte, e muitas referências à fotografia de Cinderela, que estreou no ano passado.

minnie-side-empoderamento-002

Ao que tudo indica, este filme terá a mesma intenção que moveu os dois filmes de Alice, e é um dos pontos mais importantes da reinvenção da Disney no mercado: focado em garotas pequenas e adolescentes, o filme será sobre empoderamento.

Não podemos negar que desde a estreia de Valente (2012), a Disney está a galope erradicando a imagem inocente e feérica de suas princesas, substituindo-as por modelos de vida que mesmo sob traumas emocionais conseguem dar a volta por cima.

minnie-side-empoderamento-003

Em Valente (2012), Frozen: Uma Aventura Congelante (2013) e Malévola (2014), a atuação masculina é relegada ao status de coadjuvante e o relacionamento entre mãe e filha ou entre irmãs se torna o foco do filme.

Alice Através do Espelho (2016) mostra uma personagem forte, comandando seu navio mercante em uma batalha contra piratas durante uma tempestade. Esta é uma personagem que pode passar sem romance, além de superar a prerrogativa vitoriana masculina com facilidade.

minnie-side-empoderamento-004

Assim como no primeiro filme, a entrada de Alice no País das Maravilhas é tida de forma oracular, como se ela fosse “A Escolhida”. Essa mesma premissa é utilizada no trailer de A Bela e a Fera (16 de Março de 2017) para definir Bela.

O quão empoderador o filme será ainda é uma incógnita, porém a participação de Emma Watson, feminista assumida e embaixadora da Organização das Nações Unidas, é um excelente sinal do que está por vir! Ansiosos pelo filme? Contem para nós!

minnie-side-empoderamento-final-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

Sarah Campos ama tudo o que diz respeito a Disney, principalmente a Cinderella. Gosta de cinema, jogos de vídeo game, ficção científica e quadrinhos da Marvel. Tem como sonho conhecer o mundo e mais do que ele tem a oferecer.