Meu Amigo, o Dragão | Crítica de Fã para Fã