Galavant | Conclusão e Considerações Finais