Entrevista com Caco, ou melhor, Kermit, o Sapo