D23 Expo 2017 | As próximas readaptações do Walt Disney Studios

1

d23-expo-2017-disney-studios-inicio-camundongo

No Walt Disney Studios, nós não poderíamos fazer o que fazemos sem o apoio de tantos fãs da Disney, da Marvel, e da Lucasfilm ao redor do mundo,” declarou Alan Horn, presidente geral do Walt Disney Studios, durante a abertura do painel sobre os filmes de ação ao vivo, realizado no sábado, 15 de Julho, durante a D23 Expo 2017.

E nós sentimos que nossos fãs são parte da família, e a D23 Expo é a nossa chance de darmos alguns agradados para eles,” observou Horn, antes de trazer cineastas e atores para o palco do Hall D23 e revelar novidades de Uma Dobra no Tempo (29 de Março de 2018), Mary Poppins Returns (20 de Dezembro de 2018) e de aguardas readaptações, sobre as quais falaremos nesta matéria.

d23-expo-2017-disney-studios-001

Tim Burton foi o grande responsável por iniciar essa onda de novas versões dos clássicos animados, ao dirigir Alice no País das Maravilhas (2010), e agora, ele continuará esse legado. Sean Bailey, presidente do Walt Disney Studios, anunciou o início das filmagens de Dumbo, na Inglaterra, sob o comando de Burton.

Com previsão para chegar aos cinemas em Março de 2019, o longa-metragem é uma reimaginação de Dumbo (1941). Embora não tenha comparecido ao evento, Burton enviou um vídeo – gravado dentro do icônico trem Casey Jr. – com uma saudação para o público. “Dumbo sempre foi um dos meus filmes favoritos da Disney,” declarou.

d23-expo-2017-disney-studios-002

Foram exibidas diversas artes conceituais, com um visual bastante semelhante ao visto na versão com atores de Alice no País das Maravilhas (1951), e uma maquete do personagem principal, Jumbo Jr., o qual ganhará vida utilizando computação gráfica. “Nós estamos tentando dar o mesmo coração, sentimentos e emoções que nós tantos amamos no original,” explicou Burton.

A história acompanha Holt Farrier (Colin Farrell), um veterano de guerra e antiga estrela de circo, o qual foi contratado por Max Medici (Danny DeVito), dono de um circo, para cuidar de um recém-nascido elefante, com orelhas grandes demais. As orelhas do bebê elefante são motivo de risadas e vergonha para o circo, já em dificuldades.

d23-expo-2017-disney-studios-003

Porém, quando os filhos de Holt, vividos pelos novatos Nico Parker e Finley Hobbins, descobrem que Dumbo pode voar, tudo muda. A artista aérea Colette Marchant (Eva Green) e o empresário V.A. Vandevere (Michael Keaton), em seguida, surgem para fazer de Dumbo, o elefante voador, uma estrela.

Roshan Seth, DeObia Oparei, Sharon Rooney e Douglas Reith completam o elenco, no entanto, seus personagens ainda não foram revelados. O roteiro é assinado por Ehren Kruger (A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell), o qual também serve como produtor. Colleen Atwood (Caminhos da Floresta), estilista vencedora de quatro Oscar®, ficará responsável pelos figurinos.

d23-expo-2017-disney-studios-004

Nants ingonyama bagithi baba! Sem dúvidas, um dos pontos altos do painel foi quando Jon Favreau, responsável por Mogli – O Menino Lobo (2016), subiu ao palco para falar de seu novo projeto: a readaptação do clássico O Rei Leão (1994). Favreau comentou que, ao embarcar na produção, sua primeira dúvida era quando seria a D23 Expo 2017, pois queria apresentar ao público sua visão do filme.

Essa é uma história que pertence a quem cresceu com o filme original,” disse o diretor. “Eu queria demonstrar a nossa capacidade de sermos fiéis ao material original, enquanto o trazíamos à vida novamente usando novas técnicas e tecnologias. Nós queríamos fazer algo especial para a plateia da D23 Expo e oferecer o primeiro vislumbre do que estamos preparando.

d23-expo-2017-disney-studios-005

Similar à estratégia usada para o lançamento do clássico original, Favreau, que trabalha novamente com o supervisor de efeitos visuais Rob Legato, apresentou a sequência de “Ciclo Sem Fim” na íntegra, trazendo de volta personagens queridos como Rafiki, Mufasa e um adorável bebê Simba. O vídeo levou os presentes ao delírio e rendeu aplausos quase intermináveis e até mesmo algumas lágrimas derramadas.

A prévia, assim como a abertura do original, começa com o nascer do sol na savana africana. Diferentes espécies de animais exóticos começam a caminhar sobre paisagens desérticas, com os elefantes carregando pássaros em suas costas e trombas. Então, a Pedra do Reino surge imponente, conforme antílopes, zebras e outros animais se agrupam.

d23-expo-2017-disney-studios-006

Todos os elementos marcantes da cena de 1994 estão presentes, mas recriados usando computação gráfica fotorealística. Rafiki, com um visual impressionante e muito semelhante a um babuíno real, escala a formação rochosa e se aproxima de Sarabi, a qual aguarda com Simba –uma versão muito mais fofa dos filhotes de lobo da história de Mogli – descansando em suas patas dianteiras.

Rafiki cobre a testa do filhote com uma mistura avermelhada, fazendo o futuro rei espirrar. O babuíno o pega, o levanta e o apresenta a seus súditos e reino, enquanto os animais se curvam e rugem, os espectadores vão à loucura no Hall D23 e o título surge na tela. Donald Glover será Simba e James Earl Jones reprisa seu papel como Mufasa. O Rei Leão estreia em 18 de Julho de 2019 no Brasil.

d23-expo-2017-disney-studios-007

Poucos dias antes do evento bienal do Universo Disney, a readaptação de Aladdin (1992) estava passando por alguns problemas, sem conseguir encontrar atores para interpretar os protagonistas. No painel, Bailey anunciou Mena Massoud como Aladdin; Naomi Scott como Jasmine; e Will Smith como Gênio, personagem imortalizado por Robin Williams.

Massoud é um ator canadense de descendência egípcia. Com um currículo relativamente curto, seu papel mais recente foi como Tarek Kassar, na série de televisão Jack Ryan, do Amazon Studios, ainda sem data de estreia definida. De descendência britânica e indiana, Scott se destacou por viver a Ranger Rosa em Power Rangers (2017).

d23-expo-2017-disney-studios-008

Ritchie também confirmou que sua versão irá se inspirar tanto no clássico animado quanto no conto original, parte da coletânea As Mil e Uma Noites. O roteiro é assinado por John August (Frankenweenie). Mais atores devem ser anunciados em breve, pois as gravações estão previstas para começar ainda esse ano. Não há data marcada para a estreia.

Bailey também trouxe outras novidades. A versão com atores de Mulan (1998) foi adiada de 2018 para 2019, ainda sem data de estreia. Com direção de Niki Caro (McFarland, USA), o longa-metragem já se encontra em produção. O presidente do estúdio igualmente oficializou um filme baseado na atração Jungle Cruise e estrelado por Dwayne Johnson (Moana: Um Mar de Aventuras).

d23-expo-2017-disney-studios-final-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

O atual editor-chefe de O Camundongo é um grande aficionado por cinema, séries, livros e, óbvio, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: "O Rei Leão", " A Bela e a Fera", " Planeta do Tesouro", "A Família do Futuro" e "Operação Big Hero".



  • 1º: Gostava de ter visto a cena de “Ciclo sem Fim” recriada em animação por computador fotorealista. 2º: Toda a gente sabe que a mãe do Simba não se chama Nala, mas sim Sarabi. Corrigam isso, por favor.