Listas 2000 | As versões descartadas de O Rei Leão

0

listas-rei-leao-inicio-camundongo

Nants ingonyama bagithi baba. Sithi uhhmm ingonyama! Quem não conhece a memorável abertura de O Rei Leão (1994)? Aquela cena do sol nascendo, enquanto os animais caminham para a Pedra do Reino marcou a infância de inúmeras crianças e foi imitada incontáveis vezes também, afinal não é raro ver algum cachorro, gato, bicho de pelúcia ou até mesmo bebê sendo erguido no ar assim como Simba.

Porém, a cena poderia ter sido diferente, com diálogos e sem música. E ela não seria a única, pois, inicialmente, o amado clássico teria uma outra história e muitas mudanças ocorreram ao longo da produção. Nesta Listas 2000, apresentamos algumas das versões e ideias abandonadas pela equipe criativa. Mas preste atenção com paciência em nossas palavras preciosas! Se prepare!


listas-rei-leao-005

A primeira versão do roteiro era chamada O Rei de Kalahari, um deserto localizado na África. Tom Disch, autor de várias obras, incluindo o livro A Torradeira Valente, teve a ideia para o longa-metragem durante um almoço em Novembro de 1988 e escreveu um tratamento de nove páginas, no qual havia um prólogo mostrando um mapa animado da África e era narrado por um urubu chamado Skobi. A trama focava em uma guerra entre leões e babuínos. Scar era o líder dos babuínos, Rafiki era um guepardo e Simba nunca deixou o reino, porém se tornou um rei preguiçoso e foi destronado. Mufasa não aparece nessa versão.


listas-rei-leao-004

Em Janeiro de 1990, J.T. Allen havia finalizado um novo roteiro. Agora sob o título de O Rei da Selva, a história já tinha mais elementos em comum com o resultado final. Scar, por exemplo, deixa de ser um babuíno e se torna um leão exilado, mas com o dobro de tamanho do Rei, chamado Mufasa. Sua ideia de se tornar rei, porém, parte de uma hiena chamada Banagi. Com a ajuda das hienas, Scar ataca o reino de Mufasa e o toma para si, enquanto um Simba adolescente foge e é acolhido por dois suricatas, Timão e Tesma. Logo depois, ele retorna para derrubar Scar e assumir o trono, conforme se torna um adulto.


listas-rei-leao-003

Com previsão para chegar aos cinemas em Novembro de 1993, mais um roteiro foi apresentado em Maio de 1990. A trama mantém a essência da versão escrita meses atrás, mas muitos detalhes são modificados, a começar por Scar ter metade do tamanho de Mufasa, o qual morre ao ter os seus ossos esmagados por Scar, durante o ataque ao reino. Simba continua como adolescente, mas foge na companhia de Zazu. Seguindo o conselho do pássaro, Simba se junta a um outro grupo de leões, até ser enviado de volta pelo Leão da Lua, uma criatura mística. Lá, Simba desafia Scar para uma luta e o derrota e, em seguida, batalha com Bangai, príncipe das hienas, e recupera o reino.


listas-rei-leao-002

Foi apenas em 11 de Setembro de 1992 que o projeto se tornou um musical e Tim Rice e Elton John foram chamados para compor as canções com Hans Zimmer cuidando da parte instrumental. Algumas das diferenças entre essa versão e o clássico incluem: a cena de abertura mostraria uma oração em Swahili feita pelos animais caminhando para a Pedra do Reino e Scar estaria presente na cerimônia; Mufasa teria uma canção, chamada “To Be King“, mas não combinava com o intérprete do personagem, James Earl Jones; Sarabi cantaria “The Lion in the Moon“, explicando sobre o espírito protetor das Terras do Reino; e Scar perseguiria Simba após a morte de Mufasa na debandada.


listas-rei-leao-001

Mais uma revisão do roteiro foi feita e o título passou a ser O Rei Leão, pois a aventura se desenrola na savana, em vez de uma selva como cenário. Essa versão retirou todos os diálogos da abertura, incluiu “Circle of Life” tal qual conhecemos, substituiu a música de Sarabi pela cena de Mufasa explicando para Simba sobre os Reis do Passado e transformou Mufasa e Scar em irmãos. No entanto, algumas diferenças ainda existiam. Rafiki não bateria em Simba com seu cajado e falaria sobre como o passado pode doer. Scar, antes de matar Mufasa, dizia “Boa noite, doce príncipe“, citando Hamlet; cantava uma reprise de “Se Preparem” ao assumir o trono; e morria consumado pelo fogo.


Já em 20 de Agosto de 1993, Irene Mecchi, Jonathan Roberts e Linda Woolverton entregaram a versão final do roteiro e, em 15 de Junho de 1994, O Rei Leão estreou nos cinemas e o resto é história… E se você se interessou pelos bastidores do clássico, assista ao nosso vídeo de curiosidades, no qual damos mais detalhes da produção. Até a próxima, Camundongo!

listas-rei-leao-final-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

O atual diretor de redação e editor-chefe de O Camundongo é um grande aficionado por cinema, séries, livros e, óbvio, pelo Universo Disney. Estão entre os seus clássicos favoritos: "O Rei Leão", " A Bela e a Fera", " Planeta do Tesouro" e "A Família do Futuro".