Listas 2000 | Nossos pais favoritos das animações da Disney

4

listas-pais-favoritos-inicio-camundongo

Durante várias décadas, tivemos a oportunidade de conhecer uma infinidade de tipos diferentes de pais através do Universo Disney. Temos o bondoso Gepeto; o super-herói Beto Pera; Zeus, o deus do Olimpo; o pai adotivo Kerchak; o preocupado Marlin; o excêntrico Maurice; o sábio Rei Tritão… Ou seja, exemplos não faltam.

E com uma gama tão imensa de modelos paternos, não é surpresa termos um ou dois ocupando um cantinho especial em nossos corações. Por isso, em homenagem ao Dia dos Pais, nossa equipe se reuniu para escrever sobre alguns desses pais exemplares e os motivos pelos quais eles marcaram tanto as nossas vidas. Então, vamos a mais uma Listas 2000!


listas-pais-favoritos-005

Fa Zhou não poderia ficar fora da lista, afinal seu amor pela filha foi tão grande que ela foi pra guerra em seu lugar. Apesar de parecer rígido, ele apoia Mulan após ela se sentir mal por não agradar à casamenteira e se preocupa ao saber dos perigos que ela enfrentará em sua jornada. Quando ela entrega os presentes do Imperador, símbolos de honra, Fa Zhou simplesmente responde “a maior honra é ter você como filha”. Como não amar?

~ por Paulo


listas-pais-favoritos-004

Chefe da tribo, Powhatan é um exemplo de liderança e resiliência. Por mais que fosse pai genético apenas de Pocahontas, ele era o pai de sua tribo e, por isso, suas decisões eram feitas visando a proteção das pessoas. Assim como todo humano, ele também agiu pela emoção quando quis declarar guerra aos ingleses após a morte de Kocoum, porém, se mostrou sensato e se sensibilizou quando sua filha o impediu que agisse por ódio. O equilíbrio de Powhatan mostra todas as faces de um pai: a de quando ele é amoroso com aqueles ao seu redor; o incômodo e desconforto quando machucam ou incomodam alguém que ama; e por fim, a reflexão quando um pensamento mais jovem é apresentado.

~ por Catarina


listas-pais-favoritos-003

Pateta é simplesmente um dos personagens mais icônicos de toda a Disney. Extremamente desajeitado, meio bobo e até um pouco incompetente, Pateta poderia ser visto como alguém muito inadequado para ter um filho, afinal ele mal parece dar conta de cuidar de si mesmo. Porém, apesar de seus defeitos, o personagem possui um gigantesco coração de ouro – e isso é suficiente para torná-lo um ótimo pai. Pateta não poupa esforços quando se trata do bem-estar de seu filho, Max, e faz até o impensável apenas para vê-lo feliz. O seu medo de ver Max crescendo, os conflitos entres os dois e todas as lições de moral fazem de Pateta um dos pais mais realísticos da ficção, porque nenhum pai consegue ser perfeito e irá cometer erros na eterna busca dos melhor para os filhos. Pateta é, sem dúvidas, um pai inigualável!

~ por Lucas


listas-pais-favoritos-002

Deseje e sonhe com muita fé no coração. Mas lembre, Tiana, que aquela estrelinha só é responsável pela metade. O resto você faz com muito trabalho e. então aí sim, aí você vai poder fazer tudo o que você imaginar. Me prometa só uma coisa: que você nunca, nunca vai esquecer o que realmente é importante. Tá bom?” Uma coisa é certa: há inúmeros tipos de pais. E cada um deles tem seu jeito próprio de tentar nos tornar adultos íntegros. Alguns nos presenteiam com mimos para provar seu afeto. Outros preferem nos ensinar através de longos sermões. Também há aqueles que constroem uma redoma de vidro ao nosso redor com a intenção de nos proteger de tudo e todos. James, no entanto, escolheu ensinar através do exemplo. E isso é mais do que admirável. Ele é o melhor dos dois mundos, pois foi capaz de manter a magia durante a dura infância de Tiana, estando sempre disposto a esquecer o cansaço e brincar e cozinhar com a filha após uma longa jornada de trabalho. Ao mesmo tempo, a ensinou desde cedo que sonhos só se tornam realidade através de muito trabalho. Seu modo de encarar a vida tocou o coração de sua filha desde cedo e tornou-a uma mulher persistente e esforçada, que corre atrás do que quer ao invés de apenas esperar uma estrela no céu ajudá-la.

~ por Caroline


listas-pais-favoritos-001

Depois de mais de vinte anos de seu lançamento, O Rei Leão (1994) continua como um dos clássicos mais emocionantes da animação quando o assunto é o relacionamento entre pai e filho. A relação entre Mufasa e Simba é tão verdadeira por mostrar a amizade, a confiança, o quanto um filho se espelha no próprio pai, e acima de tudo, que todo pai tem medo de perder os filhos, mesmo que ele seja um valente Rei. E nada é capaz de separá-los, pois Mufasa continua guiando os passos do filho após ter se juntado aos grandes reis do passado.

~ por Christiano


Antes de irmos embora, aproveitamos para desejar um Feliz Dia dos Pais a cada um dos Papais Camundongos! Para mais conteúdo do Universo Disney, nos acompanhe em todas as nossas redes sociais — estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram, no YouTube, no Tumblr e no Snapchat (OCamundongo)!

listas-pais-favoritos-final-camundongo

Compartilhe.

Sobre o Autor(a)

"Aqui, no entanto, nós não olhamos para trás por muito tempo. Nós continuamos seguindo em frente. Abrindo novas portas e fazendo coisas novas, porque somos curiosos. E a curiosidade continua nos conduzindo por caminhos novos." - Walt Disney



  • Bruno

    Mufasa é um grande pai. : )

  • Pedro

    Poderiam ainda ter mencionado Maurice e Pasha. O pai de Tiana é uma figura correta, mas que foi muito pouco aproveitada no filme. Por que tinham de mata-lo na história? Seria preferível a presença dele ao invés dos coadjuvantes chatos, como Ray e o jacarezão. Eli La Bouff também poderia ser considerado uma boa figura paterna. Pode-se dizer que ele mimava demais a filha, mais era compreensível pros padrões da época. Há um século atrás, era comum que americanos ricos quisessem casar as filhas com nobres europeus, por uma questão de status.
    É compreensível que a lista seja curta, afinal nas animações americanas o mais comum é que o pai seja um idiota ou um antagonista funcional. Não é só na Disney que isso ocorre. Peter Griffin e Homer Simpson se tornaram os padrões de figura paterna. Na Disney, provavelmente não há pai pior que o rei cretino de Frozen, tão impopular a ponto de que, em crossovers disponíveis no youtube, é comum que os pais da Rapunzel apareçam como pais da Elsa.

  • LEIDSON

    Engraçado que na maioria dos filmes da Disney, eles dão muito mais atenção aos pais que as mães. A lista poderia ser enorme de tantos exemplos de pais que os filmes nos proporcionam. Mufasa sempre rei.

    • Pedro

      Na maioria dos casos, a Disney seguiu o modelo dos contos de origem. Nos livros, Branca de Neve e Cinderela tinham madrastas, portanto as mães tinham morrido. A pequena Sereia e a Bela, tinham seus pais e eram orfãs de mãe, Aladim se casa com a filha de um sultão, e a mãe não é mencionada.
      Já Pocahontas é uma figura semmilendária, não se sabendo quase nada dela. Acho que fizeram ela orfã de mãe com pai vivo só para imitar os precedentes da Ariel e da Bela, e por questão de economia, pra não precisar animar mais um personagem. Tiana foi órfã de pai, com mãe viva, provavelmente só pra ser diferente. E Aurora, Mulan e Rapunzel tinham pais e mães vivos, embora a Disney tenham mudado muito suas respectivas histórias.